Política nacional 09/04/2010

“Chega de omissão, chega de desgraças”.

Presidente da OAB, Ophir Cavalcante, que culpa autoridades pelas enchentes no Rio.

Arruda escreve suas memórias do cárcere
O ex-governador do DF José Roberto Arruda, preso há quase dois meses, dedica o tempo a escrever. Pretende publicar um livro sobre sua trajetória política interrompida pela Operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal. Quem o visita se impressiona com as condições da prisão, impostas pela Justiça. Impedido desse tipo de assepsia, ele vê crescer uma barba esbranquiçada que acentua o seu abatimento.

Reta final
Seis quilos mais magro, José Roberto Arruda continua deprimido, mas acha que sua soltura é iminente, com o envio do inquérito à Justiça.

Insone
A porta da sala/cela de Arruda é mantida aberta, segundo visitantes, e a luz fica acesa até durante a madrugada, dificultando-lhe o sono.

De volta à noite…
Durval Barbosa, o delator do “DEMensalão”, que está no “programa de proteção a testemunhas”, voltou a frequentar restaurantes de Brasília.

…com saia-justa
Quarta (7), Durval e Edson Sombra ocupavam mesa, na Trattoria da Rosário, a poucos metros de ministros do Supe-rior Tribunal de Justiça.

Lula apoia Íris…
Emissários do presidente Lula comunicaram ao governador de Goiás, Alcides Rodrigues (PP), que é “fundamental” apoiar Íris Resende (PMDB) na sucessão esta-dual. Lula tem horror ao senador Marconi Perillo (PSDB) e Dilma Rousseff rejeita o palanque do candidato do PR, Vanderlan Cardoso, o bem avaliado ex-prefeito de Senador Canedo que foi braço direito do senador Olavo Pires (RO), morto em 1990.

Pego na mentira
Lula tem horror a Perillo porque, após o presidente afirmar “não saber”, o senador contou que o avisara do mensalão em 5 de maio de 2004.

Lulaweb
O Blog do Planalto, que ainda não “pegou”, ganhará uma guaribada: a Presidência da República vai gastar R$ 44 mil em equipamentos.

‘Le pays du foot’
O vídeo do Maracanã alagado foi destaque ontem no site do jornal francês Libération. O ícone mundial é um dos palcos da Copa de 2014.

Recordar é sofrer
Algumas “pérolas” petistas sobre a eleição de Tancredo Neves (“pacto das elites”, dizia Lula), agora paparicado por Dilma: “Tancredo trai a oposição ao fazer acordo com a ditadura e indicar Sarney de vice”.

Fora do ar
O STF rejeitou, por unanimidade, o pedido do ex-deputado Roberto Jefferson (PTB), um dos acusados, para incluir Lula entre os réus do mensalão. Tá certo. O presidente nunca sabe de nada mesmo…

Verde de vergonha
A candidata Marina Silva (PV) desculpou-se por nota incluindo PSDB e DEM na manobra para adiar a votação do Ficha Limpa: “Ditei a caminho do aeroporto, meu assessores não entenderam”.

Genro é parente
Atual diretor administrativo, Alexandre Aguiar tenta emplacar como presidente da Conab, a Cia Nacional de Abastecimento. No currículo, o fato de ser genro de um deputado da Pa-raíba, Armando Abílio (PTB).

Passa boi, passa defunto
A barragem flutuante do Guandu, que retém detritos contra a contaminação da água no Rio, afundou há quase um mês: cordas e galões de plástico tentam deter pneus, animais mortos e até defuntos.

Quem apita
Os índios Tupinambá, na Bahia, estão revoltados: após muitos conflitos de posse de terras, a PF prendeu Rosivaldo Ferreira Silva, o cacique Babau. E a gente pensando que ele morava na Granja do Torto…

Homenagem
Um dos últimos atos de José Serra no governo paulista foi sancionar uma lei do deputado estadual Geraldo Vinholi dando o nome do senador Jefferson Péres à passarela do km 11,6 da Via Anhanguera.

‘Nunca antes no Chile’
O presidente do Chile, Sebastián Piñera, encontra-se com Lula, em Brasília. Não, não vem pedir know-how do PAC para reconstruir o país devastado pelo recente terremoto. Os chilenos são muito bobinhos…

Pensando bem…
…antes da tempestade sempre vem a lambança.

PODER SEM PUDOR

Deus x diabo

O ex-presidente do Tribunal Superior do Trabalho, Francisco Fausto, era contra o controle externo do Judiciário. Já o então presidente da Anamatra, entidade que representa os juí-zes trabalhistas, Grijalbo Coutinho, era amplamente favorável. Em 2004, ao lançar o livro “Viva Getúlio – As areias brancas da memória”, Fausto fez a seguinte dedicatória para o amigo Grijalbo:
– Apesar do diabo do controle externo, com um fraternal abraço.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation