Política nacional 16/04/2010

“A história acabou? Não há mais o que criticar ou discutir?”

Ciro Gomes, criticando a “polarização amesquinhada” da eleição entre PSDB e PT.

Minas: Lula quer Hélio Costa para governador
Preocupado em garantir um bom palanque para Dilma Rousseff (PT) em Minas, o presidente Lula deve enquadrar o PT, impondo a chapa Hélio Costa (PMDB) para governador e Virgílio Guimarães (PT) para vice. Oficialmente, o PT mineiro fará prévias dia 2 para “escolher quem vai integrar a chapa majoritária”, mas isso é para enrolar Lula. Petistas planejam fazer o partido se manifestar em favor de candidatura própria.

A força do PMDB
Com 69 votos, o PMDB mineiro será o fiel da balança quando a convenção nacional do partido decidir se apóia Dilma para presidente.

Para petista ver
Fernando Pimentel, que vai coordenar a campanha de Dilma, só insiste na candidatura ao governo de Minas para emparedar Patrus Ananias.

Vade retro
O ex-ministro Patrus Ana-nias não cogita Senado, como quer Lula. Foi deputado e caiu em depressão e no alcoolismo. Ficou traumatizado.

Destino traçado
Sem viabilizar a candidatura a governador, Patrus Ananias voltará para casa. Ou para o comando do Ministério do Desenvolvimento Social.

Assembléia do Paraná
A Assembléia Legislativa do Paraná vive dias de “crise no Senado”, após a revelação de 2.178 atos secretos, envolvendo milhares de “fantasmas”, nepotismo, caixa-2 e “laranjas”, num prejuízo aos cofres públicos estimados em mais de R$ 59,6 milhões, que a Polícia Federal e o Ministério Público investigam. Apesar disso, seu presidente Nelson Justus, que é do DEM, tem sido defendido até por deputado do PT.

‘Reordenamento’
Como no Senado, a Fundação Getúlio Vargas vai propor medidas para conter a safadeza generalizada na Assembléia Legislativa do Paraná.

Canberra ganhou
O governo da Austrália concedeu agrément ao embaixador Rubem Barbosa (o bom), um dos mais admirados diplomatas da nova geração.

Racha no PR
O ministro paranaense Paulo Bernardo jogou a toalha: já não crê em acordo para garantir o senador Osmar Dias (PDT) no palanque do PT.

‘Assim não dá’
O ministro da Propaganda, Franklin Martins, queixou-se a Lula da “incontinência verbal” da candidata Dilma Rous-seff, que “insiste” em declarações das quais se arrepende e depois tenta consertar.

Jecas no comando
A presença de chefes de Estado e de governo em Brasília, ontem, provocou caos no trânsito. O excesso foi produto do despreparo ou porque os responsáveis pelo esquema de segurança são jecas mesmo.

Eta país bom!
Documentos encontrados com o terrorista Francisco López, o “Thierry”, revelam que o separatista ETA queria usar o Brasil como esconderijo dos bandidos, diz o jornal La Razón. Muitos já estão na América Latina.

Bem lucrativo
Entre associações, fundações, institutos, fundos e grupos, o Governo Federal já distribuiu quase R$ 680 milhões, só em 2010, para “entidades sem fins lucrativos”. Os dados são do Portal da Transparência.

Ecos de Momo
O governador da Paraíba, José Maranhão (PMDB), é acusado de  gastar R$ 3,6 milhões com o Carnaval na Paraíba, beneficiando empresas privadas e prefeituras amigas, sem licitação.

Monitoramento
O presidente de honra da Fifa, João Havelange, e o ministro Luiz Barreto (Turismo) discutirão na Comissão de Infraestrutura do Senado, segunda-feira (19), as demandas das cidades que sediarão a Rio+20, em 2012, Copa do Mundo de 2014 e Olimpíadas de 2016.

Tá feia a coisa
Antonio Conquista, novo diretor executivo da Geap, o plano de saúde servidores federais – que é privado, mas age como se fosse público – administra dívida de R$ 60 milhões com prestadores de serviços, como um call-center com 310 empregados inventado pela antecessora.

Cheguei primeiro
Na guerra de Santa Catarina, candidatos disputam o acesso a José Serra. Raimundo Colombo (DEM) e Eduardo Pinho Moreira (PMDB) trocam cotoveladas para ver quem senta primeiro com o tucano.

Quem apita
O tucano José Serra comparou Dilma ao ex-prefeito Celso Pitta, “criatura” de Paulo Maluf. Um em nada apitava; a outra, agora, idem.

PODER SEM PUDOR

Porre censurado

Na oposição, os petistas de Brasília se deliciavam com a irreverência das faixas que o comer-ciante César Abreu colocava na fachada do seu estabelecimento, na 216 Norte, em Brasília, chutando a canela dos poderosos. Já no poder, os petistas ficaram intolerantes e certa vez rasgaram com raiva uma criação de César:
– Dizem que Lula toma porres homéricos, mas ele diz que nem sabe onde ficar o bar desse tal de Homero…

Assuntos desta notícia

Join the Conversation