Incra abre concurso para 550 novas vagas

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) abriu concurso para 550 vagas em cargos de nível médio técnico e superior. Os salários vão de R$ 2.254,64 a R$ 4.598,80. São 250 vagas de analista em reforma e desenvolvimento agrário, 150 vagas de analista administrativo, 80 vagas de engenheiro agrônomo, todos de nível superior, e 70 vagas de técnico em reforma e desenvolvimento agrário, de nível médio técnico.

Para o cargo de analista administrativo há exigência de nível superior em qualquer área de formação e nas habilitações de análise de sistemas e contabilidade. O salário é de R$ 3.713,74. Para o cargo de analista em reforma e desenvolvimento agrário as habilitações são de antropologia, engenharia civil, engenharia de agrimensura ou cartográfica e engenharia florestal. O salário é de R$ 3.713,74.

Para técnico em reforma e desenvolvimento agrário, cujo salário é de R$ 2.254,64, é exigido ensino médio concluído com formação técnica em construção civil, edificações, estradas e pontes, meio ambiente, agrimensura, geodésia e cartografia, topografia, geomensura, agrícola, agroindústria, agricultura, agropecuária, cooperativismo, florestal ou rural e registro no Conselho Regional da categoria.

Para o cargo de engenheiro agrônomo, cujo salário é de R$ 4.598,80, é exigido curso de graduação de nível superior em engenharia agronômica.
As inscrições devem ser feitas através do site www. institutocetro.com.br no período das 9h de 16 de abril até às 23h59 de 6 de maio. As taxas vão de R$ 30 a R$ 60.

As provas serão realizadas na data provável de 13 de junho nas cidades de Aracaju/SE, Belém/PA, Belo Horizonte/MG, Boa Vista/RR, Brasília/DF, Campo Grande/MS, Cuiabá/MT, Curitiba/PR, Florianópolis/SC, Fortaleza/CE, Goiânia/GO, João Pessoa/PB, Macapá/AP, Maceió/AL, Manaus/AM, Marabá/PA, Natal/RN, Palmas/TO, Petrolina/PE, Porto Alegre/RS, Porto Velho/RO, Recife/PE, Rio Branco/AC, Rio de Janeiro/RJ, Salvador/BA, Santarém/PA, São Luís/MA, São Paulo/SP, Teresina/PI e Vitória/ES.

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation