Andrade elogia empenho do Fla, mas condena erro no fim

Tranquilo apesar do empate por 2 a 2 com o Universidad do Chile na tarde desta quarta-feira, no Maracanã, o técnico Andrade ressaltou os pontos positivos de sua equipe. Lembrando a atuação apagada dos rubro-negros nos primeiros 45 minutos, o comandante rubro-negro fez questão de elogiar a entrega do elenco na etapa complementar.

“No primeiro tempo não tivemos posse de bola. Com a entrada do Bruno Mezenga, passamos a ter uma referência, porque demos mais liberdade pro Vágner Love se movimentar. Ele (Mezenga) teve uma bela participação. O time brigou, se empenhou até o final, mas infelizmente futebol tem dessas coisas”, declarou.

Na visão de Andrade, um erro aos 46 minutos no segundo tempo resultou no gol de empate de La U e isso não pode ocorrer. “Tivemos um momento de desatenção. Um jogador deles passou livre por trás da marcação e isso não pode acontecer. Na Libertadores, não pode acontecer”, reforçou.

O comandante lembrou a atuação apagada dos visitantes no Maracanã. Para o treinador, a equipe chilena atuou nos erros do Flamengo e pouco finalizou ao longo da partida. “O Universidad de Chile saiu pela primeira vez do país, eles tiveram pouquíssimas oportunidades. O Bruno quase não pegou na bola”, lembrou.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation