Centro especializado apresenta metodologia para a cúpula da Segurança do Estado

O coordenador geral do Centro de Estudos de Criminalidade e Segurança Pública (Crisp) apresentou à cúpula da Segurança do Acre a metodologia de trabalho para o Sistema Integrado de Segurança (Sisp). O Governo do Estado contratou a consultoria do Centro da Universidade Federal de Minas Gerais, em razão do trabalho pioneiro relativo à análise e ao desenvolvimento de iniciativas voltadas para o estudo da violência e da criminalidade no Brasil.

A parceria inclui o estudo, a elaboração, avaliação e o monitoramento de políticas públicas de segurança. De acordo com a secretária de Segurança Pública, Márcia Regina, a proposta do encontro da cúpula da Segurança com o coordenador do Crisp, é apresentar os resultados obtidos com a consultoria. “Esta ação vai permitir com que as ações cheguem na ponta, já que são resultado da demanda. A metodologia vai possibilitar o estabelecimento de metas, a premiação de iniciativas exitosas, o que garante uma gestão melhor e mais eficiente”.

Ela destacou ainda que este momento de estabelecimento de critérios para a regionalização e integração entre as polícias foi antecedido pela reestruturação do sistema de Segurança Pública que começou em 2007, e posteriormente com a reformulação das leis.

Cláudio Beato, coordenador do Crisp, enfatizou que a metodologia de trabalho e o planejamento integrado têm como eixo central a estruturação e compartilhamento de informações referentes aos problemas específicos de cada área da cidade. “A análise dos problemas e a estruturação do planejamento conjunto ajudam a minimizar a criminalidade”. Além de apresentar a metodologia que já foi utilizada em outros estados, o consultor coletou informações locais, para definir o cronograma de gestão e as metas do planejamento conjunto. (Agência Acre)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation