Drogaria é lacrada sob acusação de prática de aborto

Fiscais da Vigilância Sanitária Municipal acompanhados da delegada Wânia Lília, da 6ª Unidade de Segurança Pública, lacraram na manhã de ontem, 9, a drogaria Central, da Rede Farma Vida, com endereço na Rua 15, bairro Sobral.
Drogaria
Segundo informações da delegada, ela já havia recebido várias denúncias de que a drogaria e uma casa ao fundos eram locais para a prática de aborto. Além disso, na drogaria era vendido medicamento abortivo.

Durante a abordagem, a polícia e fiscais sanitários apreenderam vários frascos secos de anestésicos, medicamento de venda proibida em farmácias e de uso exclusivo em hospitais.

A drogaria foi lacrada pela Vigilância Sanitária por não possuir no quadro de funcionários um farmacêutico responsável e nem alvará de funcionamento.
O proprietário foi notificado para que adote as medidas necessárias para continuar funcionando.

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation