Pular para o conteúdo

Sebrae e Governo querem ampliar o número de produtores de tomate

Desde 2008, o Sebrae, em parceria com a Secretaria de Estado de Produção Familiar (Seaprof), vem executando um projeto de produção de tomates em estufas no Vale do Juruá com 15 famílias. O projeto termina este ano, mas já estão surgindo boas notícias quanto à continuidade das ações, tanto por parte do Sebrae quanto do Governo do Estado, e que visa a médio prazo tornar o Juruá independente de importação de tomate e outros produtos hortícolas, agregando novos produtores ao processo.

Em ‘dia de campo’ realizado na propriedade do trabalhador rural e um dos beneficiá-rios do projeto, Francisco Raimundo Alves Muniz (Negão), o gerente da Seaprof em Mâncio Lima, Uhalassy Bandeira, anunciou que dentro do Programa Pró-Florestania, o Governo do Estado está lançando um projeto para construção de 25 casas de vegetação, com medidas de 8m X 50m que virá beneficiar 25 famílias de horticultores. O projeto segundo Uhalassy visa consolidar a cadeia produtiva da horticultura.  

A técnica do Sebrae, gestora do projeto, Lívia Cordeiro, lembra que o projeto está sendo finalizado este ano mas a idéia é fazer um novo. Ela conta que já está sendo consolidada uma parceria com a prefeitura de Rodrigues Alves, trabalhando com novos produtores, sempre procurando o desenvolvimento da horticultura no Vale do Juruá. (Agência Acre)