Assaltantes roubam R$ 10 mil de fábrica de guaraná em Senador Guiomard

Dois homens armados, que estavam em uma moto, invadiram, no final da tarde de quinta-feira, 15, uma fábrica de guaraná em Senador Guiomard, distante de Rio Branco cerca de 20 km. Eles renderam o motorista do caminhão e sob ameaça roubaram R$ 10 mil.Quinari
O gerente Antônio Araújo Bastos, 44 anos, estava na fábrica e testemunhou o momento da invasão. Como não foi visto pelos assaltantes, ele conseguiu ligar para a Polícia Militar e comunicar o roubo.

Uma viatura da PM estava nas proximidades  do bairro Democracia, onde fica a fábrica, e rapidamente chegou ao local no momento da fuga dos assaltantes.

Policiais civis foram avisados da perseguição e se juntaram aos policiais militares na tentativa de capturar os criminosos. 

Polícia localiza dois assaltantes que estavam escondidos – Através de uma denúncia anônima,  policiais civis e militares realizaram um cerco em uma residência localizada no bairro Democracia, também conhecido por “Mutirão”. Na casa de Antônio Bezerra Conceição, 40 anos, estava Thiago da Silva Gomes, 21 anos, que de ime-diato confessou participação no assalto, informando que o mentor intelectual do crime teria sido Antônio e que coube a Thiago contratar os assaltantes em Rio Branco e levá-los para executar o roubo no Quinari.

Na casa do acusado, a polícia apreendeu duas motos supostamente usadas no assalto, três revólveres calibre 38, munições, um cinto com emblema da Polícia Federal, um coldre e a quantia de R$ 8 mil. 

Integrantes da quadrilha são presos em Rio Branco  – Através de informações obtidas com os dois presos, uma equipe de agentes, comandados pelo delegado Pedro Resende, se deslocou de Senador Guiomard até Rio Branco, onde conseguiram prender mais quatro integrantes da quadrilha que assaltou a fábrica.

Foram presos Heitor Alves Contreiras, 25 anos (que tem passagem pelo presídio por crime de roubo e é  acusado de pistolagem na Bolívia),  Paulo Francisco de Souza, 35 anos (taxista), e os irmãos Dierri Walério da Silva Rodrigues, 22 anos, e Scherri Walério da Silva Araújo, 23 anos.
Segundo informações do delegado Pedro Resende, eles foram presos nas imediações da 3ª ponte, na BR-364, trecho da Via Verde em Rio Branco. 

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation