Pular para o conteúdo

Acre sofre com falta de política agrícola, diz Geraldo Mesquita

O governo do Acre vem prejudicando a produção agrícola no estado, garantiu nesta sexta-feira (23) o senador Geraldo Mesquita Júnior (PMDB-AC), em discurso da tribuna. Com isso, observou, o Acre está se tornando dependente de estados produtores, já que importa mais de 80% dos alimentos consumidos pela população.

idagricola

– Os agricultores acreanos, principalmente os pequenos, estão presos a uma verdadeira armadilha. Endividados, não têm como produzir e, quando se atrevem a plantar, não conseguem escoar a produção para os centros consumidores, em virtude da ausência de estradas vicinais – frisou Geraldo Mesquita.

No entender do senador, ao invés de o governo “virar as costas para os produtores de alimentos”, deveria adotar uma política de parceria. Somente dessa forma, disse, a economia sairia fortalecida, gerando distribuição de renda e fixação do homem no campo.

Com o objetivo de provar que o Acre importa quase de tudo no setor de alimentos, Geraldo Mesquita Júnior retirou de uma sacola de supermercado – a qual chamou de “sacola da vergonha” – alguns produtos básicos produzidos por outros estados e comercializados no Acre, como arroz, feijão e leite em pó.

Tarauacá

Ainda em seu pronunciamento, Geraldo Mesquita exaltou os 97 anos de instalação do município acreano de Tarauacá, celebrados nesta segunda-feira (24). Conforme destacou, o município é composto de um povo “trabalhador, dedicado e alegre”.  (Agência Senado)