Binho na TV5: “estamos criando condições para que as comunidades se fortaleçam”

O governador Binho Marques concedeu nesta quinta-feira, 15, entrevista ao programa TV5 Notícias, da TV5 (afiliada Band), apresentado pelo jornalista Demóstenes Nascimento. Em três blocos com duração de sete minutos cada, Binho Marques falou sobre o momento atual e o futuro de seu governo, as ações em saúde, educação, segurança pública, situação da juventude, o novo posicionamento geopolítico-econômico e social do Acre na Amazônia Internacional.
binho-tv5
Binho anunciou que neste final de semana estará no Vale do Juruá. Em Cruzeiro do Sul, estará visitando obras como a Hospital Materno-Infantil, cujos investimentos chegam a R$ 10 milhões e fazem integrar um complexo dedicado à saúde da mulher e da criança. Binho visitará também a ponte sobre o rio Juruá e o Estádio Arena do Juruá. É possível que o governador esteja também no Mercado Municipal de Cruzeiro do Sul e no Porto do Rio Juruá, todas obras em conclusão ou já concluídas de importância  estratégica para a região.

No domingo, Binho Marques estará na comunidade Bela Cintra, no município de Rodrigues Alves, lançando o ProAcre. É a quinta comunidade-pólo onde o governador participa da implantação do programa que tem investimentos de US$ 150 milhões em recursos obtidos junto ao Banco Mundial e ao Tesouro Estadual. Comunidades-polo são referência para outras comunidades menores. “Estamos criando condições e ambiente adequado para que as comunidades se fortaleçam”, disse o governador. (Agência Acre)

Trechos da entrevista
– SAÚDE
“Quando sair do governo, vamos entregar um sistema que será o melhor da Amazônia.”

– SEGURANÇA PÚBLICA
“A segurança está caminho certo mas ainda não chegou lá. Mas, comparando com outros Estados, a gente avançou muito. Queremos um sistema de segurança que realmente dê segurança. O Acre hoje vive outra realidade. O caso Fabrício é o exemplo do drama que se vive hoje no Acre e eu lamento que tanta gente tem tentado se aproveitar do sofrimento da família. 

– BR 364
“Vamos reabrir mais cedo este ano. No ano passado, nunca se teve tanto dinheiro, tanto gente trabalhando, tanto insumo nos canteiros mas o estrago das chuvas foi grande. Vamos ter de trabalhar dobrado este ano. Não sei se vamos concluir em 2010 mas as pontes construímos mesmo debaixo de chuva e é com muita alegria que a gente deve dar um impulso muito grande na BR 364 [no trecho entre Sena Madureira e Feijó]”.

– RAMAIS  E PRODUÇÃO
RURAL
“Hoje a gente tem uma situação de ramal asfaltado. Vamos ter 250 quilômetros de asfalto em ramal até  o fim do governo. Construímos silos, quadruplicamos a produção de grãos, temos o Programa de Florestas Plantadas. Quando olho para trás, vejo o muito que já foi feito”.

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation