Petecão quer saber sobre disponibilidade e condições de mamógrafos no Estado

Tão logo chegou a Brasília depois de um giro pelo interior do Acre, o deputado Sérgio Petecão (PMN) elaborou um requerimento de informações enviado ao Ministério da Saúde. No documento, o parlamentar indaga quantos mamógrafos foram disponibilizados para o Acre e as condições de uso dos aparelhos. A solicitação se deu em razão de matéria veiculada pelo Programa Fantástico (Rede Globo) de domingo passado (25/4) acerca da dificuldade que as mulheres via de regra encontram para realizar a mamografia nos hospitais públicos, principalmente no Acre. “Veio à tona a verdadeira situação da saúde no Estado”, disse o deputado.

O parlamentar argumenta ainda que o Tribunal de Contas, o Ministério da Saúde e o próprio Instituto do Câncer asseguram que existem mamógrafos suficientes no Brasil. O problema, segundo o deputado, é que os mamógrafos foram mal distribuídos pelos estados, além de uma grande parte apresentar problemas de manutenção. Além disto, faltam técnicos e capacitação em nível local o que complica enormemente a utilização normal dos aparelhos.  Na realidade, o Ministério da Saúde disponibiliza um sistema para ser usado pelos estados e municípios. “Falta é o cuidado na operação do sistema e quadro suficiente para o uso adequado do aparelho”.

Para Petecão, tanto o Ministério da Saúde como as secretarias de saúde de Estado e municípios devem manter um controle e fiscalização mais rígido quanto ao funcionamento a contento dos mamógrafos, “já que existe até mesmo uma legislação garantindo o exame de mamografia dependendo da idade das pacientes”. Para o deputado, o importante é acabar de vez com a espera prolongada e a enorme expectativa que se cria em torno de um exame fundamental para a saúde feminina, “até porque o diagnóstico precoce é absolutamente fundamental para o tratamento da grande maioria das doenças”. (Assessoria)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation