ACIDENTE TRÁGICO

DSC_5526Mais uma vez temos que recorrer aos nossos arquivos para lembrar que a fiscalização do transporte público não está sendo devidamente respeitada, ou se está as autoridades do setor ainda não se responsabilizaram pelas falhas. No mês passado, por exemplo, a Associação dos Direitos Humanos enviou ofício ao Ministério Público com cópia para a coluna alertando sobre as condições dos ônibus ‘cacarecos’ rodando em Rio Branco sem a mínima condição.

Na oportunidade, a entidade pedia para o MP que interviesse no sentido de colocar logo os trinta e cinco veículos novos para rodar, o que pelo jeito não foi atendida a recomendação, a conseqüência foi esse trágico acidente que matou quatro pessoas no sábado passado no Quixadá.

A população pergunta: O que está fazendo mesmo o Rbtrans para combater os abusos, melhorar o sistema e fiscalizar as empresas concessionárias? Dia após dia é parada que despenca e cai em cima dos passageiros; é roda e peças que desprendem dos ônibus e agora mortes, cenas terríveis mostradas pelas televisões. Será que ninguém está vendo isso? Prefeito Angelim desse jeito o setor vai virar um caos, sem falar no trânsito, já está aquela bagunça, é canetada nos motoristas com multas, porque não existe lugar para estacionar na Capital, só para dar um exemplo. Como resolver a situação? O povo quer saber…

 FALA POVO
Magote2A Irmã Cláudia das Servas de Maria Reparadoras enviou uma carta sobre a nossa Santa Seringueira, cujo manto foi crivado de balas na época da Revolução Acreana conforme mostra a ilustração. Vamos dividi-la em três capítulos para melhor entendimento dos leitores.
Ilustre Jornalista e Bacharel em Direito, 
No dia dezoito de dezembro de dois mil e nove, participei da fundação de mais uma capela em honra de Maria Nossa Senhora da Seringueira. O antigo quadro de Maria esteve por muito tempo sob a responsabilidade das Servas de Maria na Igreja Imaculada Conceição.

Assim sendo, a partir de 1964 a 2009 o referido quadro, ficou na nossa responsabilidade, aos cuidados das Irmãs Servas de Maria Reparadoras do Colégio Imaculada Conceição.

Dando-se seqüência aos fatos em julho de dois mil e nove, vieram ao Colégio, representantes da Fundação Cultural Elias Mansur. Tendo por objetivo solicitar aquém de direito, o quadro de Nossa Senhora da Seringueira, por noventa dias; para que fosse feita uma “reforma especial no quadro”. Parabéns! Para as pessoas que de livre e espontânea vontade contribuí-ram para acontecer essa magnífica obra! Maravilha!

Realmente, o quadro original ficou totalmente inovado, belo! Fiquei emocionada. Aponto de expressar: Meu Deus, que belo! Maravilhoso!
 
Nota Pé: Irmã Cláudia, com sua infinita sabedoria continua na próxima semana. Independente de religião não perca a continuidade da carta sobre a santa que fez parte da nossa história no início do século passado.

 “As bancas onde se vendem jornais e revistas são pequenas padarias intelectuais onde os cidadãos compram seu pão espiritual”. J. Normand (1848-1920)

QUESTÃO DE DIREITO

Justiça nega indenização a delegado
A 10ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo negou indenização a um delegado da Polícia Federal que contestava a divulgação de uma conversa informal no programa Globo Repórter. Na matéria sobre pedofilia, o delegado deu declarações informais, porque acreditava estar numa espécie de “ensaio” para a entrevista que seria veiculada.

O delegado contestou a reportagem e disse que a emissora “veiculou imagens indevi-damente gravadas, referentes à conversa informal entre o entrevistado e a repórter”. O delegado também afirmou que o programa veiculou “matéria inverídica e tendenciosa, que ocasionou danos à esfera moral do demandante”.

No entendimento da juíza Anna Paula Dias da Costa, 2ª Vara Cível do Foro Regional de Santo Amaro, o delegado deveria estar ciente de sua postura diante do repórter, já que exerce o cargo de comunicador social da corporação. “Presume-se estar apto a lidar com esse tipo de situação, inclusive adotar uma postura compatível com o seu cargo, utilizando-se de expressões adequadas, ainda que informalmente, pois não estava agindo em nome próprio e sim, como representante da corporação”.

Para o de-sembargador Antonio Mansur Filho do TJ/SP, a entrevista não se tratava de um off, e não era “uma peça teatral que comportasse qualquer forma de ensaio”. “Destarte, se o apelante não se comportou adequadamente durante a entrevista, deixando transparecer as opiniões e emoções pessoais, desbordando do contexto formal de seu cargo, deve arcar com os ônus de sua conduta”, concluiu Mansur Filho.

Nota Pé: Se por acaso você for dar uma entrevista é bom se precaver, a coluna sempre que pode tem feito o alerta. Semana passada, por exemplo, falamos de um caso parecido ocorrido com o apresentador Boris Casoy que ‘involuntariamente’ ofendeu no ar os garis que o processaram, mesmo assim, a Justiça não atendeu ao pedido contra o jornalista, da mesma forma é esse caso com o delegado de São Paulo. Portanto, é bom sempre ter cuidado ao expressar uma opinião. Na falta da Lei de Imprensa, os juízes tem agido com precisão em favor da notícia.

(Com informações do Consultor Jurídico).

ÚLTIMAS DO DIA
* O padre Máximo alertou, mas até agora as comedidas autoridades de trânsito nada fizeram para conter a confusão que virou o estacionamento da Catedral. É tanto carro estacionado no meio da rua que o local virou um verdadeiro ‘caminho de rato’…

* …falando em trânsito, agora é possível ter noção porque Rio Branco é uma das capitais onde acontece maior número de acidentes com motos do país…

* …a coluna recebeu denúncia que instrutores de auto escolas não estão ensinando direito os futuros condutores a passar marcha; em miúdos, a pessoa não sai da primeira, provocando lentidão e conseqüentemente não deveriam estar aptos a pilotar.

*População de Sena Madu-reira reclama que a estação de tratamento do Deas está suja e os portões caindo. Isso pode comprometer a qualidade da água fornecida ao município.

* O que a prestigiada coluna do jornalista Cláudio Humberto publicou na sexta feira passada, a modesta A VOZ DO POVO publicou há três semanas. Refiro-me a notícia dada aqui em primeira mão do processo interno movido pelo Exército contra o capitão de intendência, Luis Fernando, que hipotecou apoio à candidata a Presidência da República, Dilma Rousseff.

* Mesmo acusados pelo Ministério Público por tortura, prisão ilegal, homicídio e desaparecimento forçado de cidadãos, baseado na Lei da Anistia, a Justiça Federal extinguiu o processo contra dois ex-comandantes do DOI-Codi; são os coronéis reformados do Exército Alberto Brilhante Ustra e Audir Santos Maciel.

* A implantação do programa ‘Luz para Todos’ nas comunidades isoladas do Acre, formadas basicamente de índios, seringueiros, ribeirinhos e pequenos agricultores das mais distantes regiões da floresta acreana será acelerado no Estado, a garantia foi dada em Brasília ao senador Tião Viana (PT).

* A partir do dia primeiro de junho, a pizzaria BP do Parque da Maternidade irá ter outra bandeira no Acre.

* Não é brincadeira não, mas a luz no Conjunto Ipê foi embora quatorze vezes na segunda-feira. Para os moradores de um bairro chique de Rio Branco ligar para A VOZ DO POVO é porque a coisa está ficando feia mesmo para aquela região da Capital.

* O presidente do Conselho Federal de Medicina, Roberto D’ávila chegou para botar ordem na casa, segundo ele, mais de cem médicos formados no exterior trabalham irregularmente no Estado e terão que sair do trabalho por força de duas ações movidas na Justiça Federal. O dirigente responsabilizou o Ministério Público pela ilegalidade cometida com a formalização do TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) entre as prefeituras e o governo.

* Na semana nacional do bombeiro, oficiais preparam demonstração especial de salvamento aéreo a ser realizada no final de junho na Capital. A expectativa que o capitão Peres desça do Estrelão (helicóptero) de Homem Aranha; certeza a população vai agradecer o espetáculo pirotécnico.

* Taí o que dá uma instituição séria como a Fieac abrir mão das prerrogativas para com o poder. Correm informações que o presidente da instituição, João Salomão, teria sido censurado por divulgar constantemente na imprensa os índices e indicadores econômicos que seriam desfavoráveis às candidaturas majoritárias da Frente Popular do Acre. Mas será que isso atrapalha?

* Pelo sim pelo não, se fosse a toda poderosa Fiesp a coisa não ia ficar desse jeito!

* Aliás, a bem informada coluna soube que o presidente da Federação das Indústrias se movimentou para ser candidato a deputado federal em um partido da própria Frente, pode está aí o fio da meada em relação ao imbróglio.  

* Fonte fidedigna informa que o poeta Antonio Manoel pode ser solto a qualquer momento, a própria lei brasileira o ampara.

* 60 dias sem Fabrício, a Polícia Civil precisa ir a público informar como anda a investigação, passado o período das prisões provisórias, os acusados devem ser liberados por falta de provas.

* Comauto lança hoje o novo Fiat/Uno.

* Na reunião entre os dirigentes, finalmente a Federação de Futebol do Acre agiu em bom senso com a torcida, não precisando esperar o próximo ano para encaixar os jogos da semifinal e final no interior do Estado. Isso significa que teremos casa cheia no Juruá para assistir o Náuas no jogo contra o Atlético.

* O ponto fraco foi a desclassificação do Plácido de Castro que colocou um jogador em campo com três cartões amarelos, acabou fora das finais para a satisfação da torcida do Juventus que enfrenta o arqui-rival Rio Branco no Arena da Floresta, também depois de amanhã.

* Vamos lá prestigiar o nosso futebol. Fiquem com Deus e um bom fim de semana a todos.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation