“FUI ESTUPRADA”

Povo1555A dona-de-casa Maria Neuza da Silva, 45, quando andava pela Rua Juarez Távora, bairro Alto Alegre, foi surpreendida por um homem que segundo ela, a estuprou em plena luz do dia bem próximo a uma parada de ônibus, o fato registrado no antigo 8º DP aconteceu em 28 de agosto de 2009 e até agora a polícia não prendeu o suspeito identificado como Chiquinho, conhecido na parte alta da cidade como o “Maníaco do Tancredo Neves”. Pesam contra ele pelo menos mais quatro acusações de atentado violento ao pudor, lamenta a vítima ao relembrar os momentos de terror vividos naquele dia. Revela ainda, após ser violentada perdeu o marido, os filhos vivem em constante crise e a família acabou totalmente desestruturada. Aproveito a oportunidade para pedir as autoridades de Segurança, que “botem esse marginal na cadeia antes mesmo que venha cometer outros crimes contra as mulheres indefesas como eu”, conclui!

 FALA POVO
Povo2Vamos acompanhar o segundo capítulo da carta enviada pela Irmã Cláudia das Servas de Maria Reparadoras da Igreja Católica que nos escreveu sobre Nossa Senhora da Seringueira.
 A capela é pequena (se refere ao local onde está o quadro), por esse motivo, a ação social e visitação foram iniciadas ao ar livre, momento no qual foi dada a palavra a quem dela quisesse usá-la. Na época, vários foram os pronunciamentos a favor da presença de Nossa Senhora da Seringueira, nesse local abençoado (Parque Capitão Ciríaco). Apresentei algo. Sim, falei sobre o tempo que a Santa esteve sob nossos cuidados e, agora, ficarmos sem a presença de Maria, não está sendo fácil. Portanto, peço em nome da minha comunidade religiosa, apenas uma simples “réplica”, ou seja, uma cópia de Nossa Senhora da Seringueira, e tudo bem, obrigada.
 
Nota Pé: Não perca a última parte da carta, a expectativa que até lá o pedido da religiosa seja atendido pela Fundação Cultural.

 Modernização da Justiça pode deixar metade dos servidores sem função
Povo3Da mesma forma que ocorreu quando da instalação dos caixas eletrônicos dos bancos, a modernização e a digitalização que hoje fazem parte do Judiciário poderão deixar 300 mil funcionários do setor sem função no Brasil. A situação é preocupante, “uma vara eletrônica pode manter o mesmo nível de eficiência com metade dos servidores. Precisamos criar cargos. Daqui a pouco vai sobrar funcionário”, diz o ex-secretário-geral do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) e juiz do TRT (Tribunal Regional do Trabalho) da 10ª Região, Rubens Curado. De acordo com o conselheiro Walter Nunes, do CNJ, a meta é ter até o fim do ano 65% dos processos em formato eletrônico. Preocupado com a inércia dos servidores, o CNJ aprovou no início de abril a criação do Ceajud (Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Servidores do Poder Judiciário). O centro será coordenado pelo CNJ e vai promover, em conjunto com os tribunais, treinamentos, cursos, seminários e outras ações rela-cionadas ao aperfeiçoamento dos trabalhadores.
Com informações do jornal Valor Econômico.

ÚLTIMAS DO DIA

* Os ônibus novos começaram a circular na cidade só que de forma errada, os veículos estão com placas cinzas de Brasília, quando o correto é rodarem com placas vermelhas…

*…aí como os órgãos fiscalizadores do trânsito permitem tal “ilegalidade”? Será que vão multar as empresas com o mesmo fervor e afinco quando pegam um cidadão comum estacionado em lugar proibido no Centro da cidade ou nesses radares malucos? A propósito, as famílias das vítimas do acidente no Quixadá reclamam que não estão tendo a assistência prometida.

* A internet no Brasil tem crescido, em média, 17% ao ano. Em relação ao comércio eletrônico, o crescimento anual é de 44%, devendo movimentar 55,8 bilhões de dólares em 2010…

* …aliás, o Plano Nacional de Banda Larga ressuscitou a extinta Telebrás. É mais uma boca no governo Lula, você dúvida?

* As declarações do presidente do Conselho Federal de Medicina deixaram rastros e até hoje repercutem. O MP respondeu a altura e diz que vai apertar em relação à fiscalização nas unidades de saúde, o profissional que for pego dando menos que quatro horas vai responder judicialmente.

* O que não ficou claro é se os médicos sem CRM vão continuar atendendo a população, o próprio MP ‘reconheceu’ o problema. Vamos aguardar as Ações na Justiça Federal pedindo a suspensão dos contratos e dos Termos de Ajustamento de Conduta. Nos outros estados, o CFM conseguiu sair vitorioso nas demandas.

* Agora cem médicos trabalhando ilegalmente no Estado e o povo correndo perigo sem saber se no outro lado da mesa de consulta o ‘cidadão’ não tem registro, é dose para fazer sabão.

* Por outro lado, a presidente do CRM, Dilza Ribeiro, declarou que também vai desencadear uma forte fiscalização nos vinte e dois municípios acreanos para tirar os ‘médicos’ sem registro. Se os dois órgãos arregaçarem as mangas mesmo, como estão prometendo, quem sairá ganhando é a população, pelo menos se espera.

* Só para fechar este assunto, a revalidação dos diplomas toda ela é feita em Brasília pelo Inep, agora a Ufac só envia os documentos e aguarda o retorno com as informações se o cidadão estrangeiro pode ou não exercer a medicina, caso sim, é obrigado fazer as provas práticas e teóricas na Capital Federal.

* No último dia 6 de maio, o ministro do STF, Celso de Mello, fez arquivar a reclamação com pedido de liminar do jornalista Antonio Muniz contra a juíza Maha Manasfi. Então, mesmo com todo o desgaste público que o caso provocou, a prisão determinada pela magistrada, tudo indica foi considerada legal pelo Supremo. 

* Atenção Dr. Abdon, síndico do Ipê, funcionários da Ufac reclamam que moradores do conjunto estão jogando lixo por trás do Parque Zoobotânico. Aconteceu alguma coisa? Por acaso a coleta da Semsur foi interrompida?

* Caso Fabrício continua deixando muita gente de orelha em pé. A informação dada pela coluna em primeira mão ao completar no mês passado 30 dias do sumiço do rapaz relativo às prisões dos suspeitos, mas sem o corpo (?), poderia desencadear a soltura de todos eles; passados quase 70 dias, operadores do Direito estão indo a público declarar o mesmo, a única diferença é que o prazo mais que dobrou para a Justiça se pronunciar.

* Um jurista chegou a declarar na imprensa que qualquer “advogado de porta de cadeia” conseguiria soltá-los. Não é o que se vê todos continuam na chave com prisões temporárias!

* Só se a lei mudou e ninguém sabe de nada, mas na dúvida não se pode deixar de aplicar o cediço (tradição no ordenamento jurídico) princípio “In dubio pro réu”, portanto…

* …sobre esse mesmo assunto, por conta das investigações desencontradas, já foram registradas algumas baixas na equipe da Polícia Civil que estava no caso. Investigador ficou tão revoltado com a falta de apoio que denunciou uma delegada na Cor-regedoria. Agora vai!

* A propósito, o conceituado perito criminal, Ricardo Molina, foi visto em Rio Branco. Será que ele não veio dar uma ajudazinha nesses “casos escabrosos” que ultimamente tem acontecido no Estado sem a devida elu-cidação esperada?

* Por outro lado é raro acontecer, mas a população tem elogiado o trabalho do major Kimpara à frente do Batalhão da PM do 2º Distrito. Conhecimento jurídico ele tem para desempenhar melhor segurança a toda aquela comunidade.

* Amanhã tem Ação Global no Sesi. Bom descanso e fiquem com Deus.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation