Nova programação do SBT não é para toda a rede

O SBT, via Leon Abravanel no twitter, divulgou a sua nova grade na sexta-feira, que passa a valer a partir do dia 7. Surpresa, que é bom, quase nenhuma.
A linha das séries foi mantida na faixa das 9 e a maioria dos programas vai continuar exatamente onde se encontra. As exceções é que ainda preocupam e não foram bem entendidas.

Por exemplo: o “Esquadrão da Moda”, nas noites de quarta-feira, sempre deu boa audiência – até porque é uma alternativa para o futebol – e tem um dos melhores faturamentos de toda a emissora.

É estapafúrdia a sua transferência para os sábados, faixa das 21 horas, passando a bater de frente com a novela da Globo. Dia em que o número de ligados também é menor. Impossível entender.

Mas os casos do “Aventura Selvagem” e “Qual é o Seu Talento?” são muito piores. Os dois, aos domingos, 9 e 10 da manhã, serão exibidos apenas para São Paulo. Horário local. Nenhum respeito e consideração com os telespectadores de outras praças.

E tudo em função da reprise de “Ana Raio e Zé Trovão”, até aqui um tiro no escuro. Ninguém sabe no que vai dar.

Muricy tá certo
 Muricy Ramalho, treinador do Fluminense, também já pode ser confirmado no “Band Mania”, mesa esportiva que a Bandeirantes vai colocar no ar, todos os dias, 9 da noite, durante o período da Copa do Mundo.
Apresentação do Milton Neves.
 
Entrega de medalhas
 A Câmara Municipal do Rio de Janeiro, nesta quarta, vai prestar uma homenagem à equipe da minissérie “A História de Ester”, produção da Record.
Estarão presentes a autora Vivian de Oliveira e os diretores Hiran Silveira e João Camargo, entre outros, para receberem a Medalha de Mérito Pedro Ernesto, a mais importante comenda do município.
 
Primeiro dia
 Está tudo certo e combinado, mas Raul Gil até agora não tem nada assinado com o SBT. Talvez isso aconteça no decorrer desta semana.
Mas hoje a noite ele já será apresentado oficialmente por Hebe Camargo, no programa dela, como novo contratado da emissora.
 
Problema
 A televisão americana colocou uma pedra em cima nas séries “Lost” e “24 Horas”. Encerramentos, aliás, que ocuparam grande espaço na mídia mundial. Uma divulgação assustadora. 
Resta saber quais serão os efeitos disso ou a reação do público por aqui. As duas séries ainda serão exibidas pela Globo, em janeiro próximo, no lugar do Jô.
Isto, sem considerar, internet e TV fechada.
 
Perfil
 Em “Girassol”, substituta de “Escrito nas Estrelas” na Globo, Mariana Rios viverá Nancy. É descrita como uma garota de gênio difícil: briguenta, vaidosa, orgulhosa. Ela vai competir com a irmã Janaina (Susana Pires) pelo amor de Fred, um rapaz rico da cidade (papel que será feito por um ator, em lançamento).
Não chega a ser uma vilã, mas terá muitos defeitos.
 
Reality da Band 
 O ônibus do reality “Busão do Brasil”, que estréia dia 25 de julho na Band, está sendo montado em Pirassununga-SP e de lá o veículo seguirá para Fortaleza, onde terá início o programa.
A exemplo de “Big Brother” e “Fazenda”, as suas eliminações também acontecerão aos domingos. Já são mais de 10 mil inscritos.
 
A primeira Copa
 Adriana Bittar, hoje correspondente da Record em Nova York e que já tem uma Olimpíada – Sidney 2000 – no currículo, fará agora na África, a sua primeira Copa do Mundo. Ela já se juntou a Mylena Ciribelli, Roberto Thomé, Luiz Fara Monteiro e Rodrigo Vianna.
Aliás, muito boa e curiosa a sua matéria, exibida no “Jornal da Record”, sobre a sinalização aos ônibus.
 
Há um trabalho
 Gugu, ontem, estreou em novo horário na Record. Uma mudança importante.
Independentemente disso, sabe-se, existem amigos comuns – e bota amigos e comuns nisso – trabalhando numa reaproximação dele com Silvio Santos.
Algo que, por enquanto, não significa nada. Mas, no futuro, pode significar tudo.
 
Túnel do tempo
 Reprise de “Quatro por Quatro” no Viva, canal da Globosat, traz boas lembranças ao seu autor, Carlos Lombardi.
À época, Boni havia colocado um pé atrás, porque não conhecia ninguém do elenco, exceção a Elizabeth Savalla. Também cismou com o cabelo de Betty Lago, e a mudança no visual da atriz solicitada por ele agradou a todos.
Mas só relaxou mesmo depois de conferir uma seleção especial de cenas, trabalho de Paulo Ubiratan e Mario Lúcio Vaz, onde chamava a atenção uma jovem Letícia Spiller, a Babalu.
“Quatro por Quatro” foi um sucesso.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation