TV fechada está tomada pelos infocomerciais

Você assina os serviços de uma operadora a cabo, porque pretende assistir bons filmes e o melhor das programações específicas ou segmentadas, certo? Errado. Na teoria seria isso, mas a prática é completamente outra.

A televisão fechada foi invadida e tomada pelos infocomerciais. Ficou quase impossível, na grande maioria das faixas de horário, não ser surpreendido por eles. E culpa alguma cabe a quem compra, mas unicamente a aquele quem vende. Ao consumidor é prometida uma coisa e o que se entrega acaba sendo outra completamente diferente. Senão vejamos, ontem, 8 da manhã, por exemplo: o que esperar dos seguintes canais Discovery Home and Health, Universal, Sci-Fi, FX, A&E, Discovery Channel, Animal Planet e History Channel?
Pois bem, todos em comum, estavam com o infocomercial de uma mesma empresa no ar.

A TV fechada cai bem na velha conversa da propaganda do biscoito outro dia colocada: é tão ruim porque não tem investimento ou por que não tem investimento é tão ruim?

Tragédia anunciada – I
Hebe Camargo voltou, segunda-feira, ao seu antigo horário no SBT. Em tese seria isso.
Só que agora às 10 da noite, e com uma hora de duração, programa que é bom praticamente não teve. Tempo de arte reduzido a algo próximo de 30 minutos. No mais, intervalos, merchandisings e companhia bela. Deu 4 de média.
Quem foi o gênio?
 
Tragédia anunciada – II
Também na segunda-feira, 11 da noite, o que se viu foi um grande tiroteio – literalmente – entre SBT e Record. Os dois com policialescos programas de reportagem, tentando assegurar um mínimo de audiência no horário. Números fechados: Record – 9, SBT – 3.
Perderam os dois. Quebraram o Cabrini no meio. Ele dava o dobro disso nas quintas-feiras.
Também cabe: quem foi o gênio?
 
Tragédia anunciada – III 
Macaquinho em loja de louça não chegaria a tanto. Faixa das 21 horas, seriados no SBT, Record e Bandeirantes. Todas dividindo o mesmo tipo de público e uma tirando da outra, bem na base do quem pode mais chora menos. Ajeitaram a Globo e a concorrência.
Resultado final:  Band e Rede TV! – 2, SBT – 4, Record – 11 e Globo – 40.

Preguiça brava
Reapresentação de filmes ou seriados também nunca foi o ideal, mas, vá lá, até se aceita. Só que na Record, já de algum tempo, se inventou um “vale a pena ver de novo” nos seus informativos.
A mesma matéria passa por todos os telejornais, de manhã até a noite, sem disfarçar na edição ou acrescentar algum detalhe diferente. Querem enganar quem?

E outra
Não sei como isso funciona junto aos patrocinadores, mas a Record com o seu “Domingo Espetacular” consegue ir sem break, também conhecido como intervalo, desde às 6 da tarde até o início do Gugu, duas horas e tanto depois. Contraste tremendo com a Bandeirantes, por exemplo, que naquele horário tem o infestado “Terceiro Tempo” do Milton Neves.
 
Não muda
As primeiras externas de “Ti-Ti-Ti”, próxima novela das 7, continuam em Belo Horizonte e, dentro de mais alguns dias, devem prosseguir por 40 dias em São Paulo.
A ordem é abrir uma boa frente até a estréia em 26 de julho. Apesar da correria de agora, isso não tem nada a ver com o mau momento de “Tempos Modernos”.
A direção da Globo assegura que a duração da novela de Bosco Brasil será obedecida.
 
Bem a propósito
Guilherme Weber corre o risco de voltar apenas nos últimos capítulos de “Tempos Modernos”, interpretando um padre. Ou talvez nem volte. A situação do novo personagem do ator ainda não entrou em discussão. Numa dessas, ele até poderá ser liberado para uma outra produção da Globo.      
 
Presidente isolado

De uns dias para cá, foi reforçada a segurança interna na Record, especialmente nos corredores que dão acesso à sala do número 1, Honorilton Gonçalves. Sempre existem 3 ou 4 homens no plantão, evitando a passagem de quem  não está devidamente autorizado.
E aí se inclui, claro, a grande maioria dos funcionários. Medo será de quê?

Marilia-Gabriela

Gabi no SBT

A melhor do dia: Marília Gabriela acertou com o SBT. Tudo conversado e combinado. Deve assinar nas próximas horas.
Na verdade, uma volta à antiga casa. Ela já esteve por lá com o “De Frente com Gabi” e na apresentação do “SBT Repórter” nos anos 1990.
E vem com algo muito próximo ao que hoje existe no canal GNT.
Resumo da ópera, em breve, programa inteligente nos finais de noite dos domingos. 

BATE E REBATE

* Com o fim do Best Shop TV, a Gazeta – SP vai reorganizar toda a sua grade de programação. Ontem aconteceu uma reunião a respeito.

* William Waack, recuperado de uma virose, está  novamente na ativa com o “Jornal da Globo”.

* Na próxima segunda-feira, será realizado o primeiro páreo, direto de Cidade Jardim, durante o programa do Ratinho.

* Termina hoje a convenção do comercial da Record no Casa Grande, do Guarujá. Ontem foram conversados detalhes da programação.

* “Casamento na real”, novo quadro do Fábio Arruda, vai entrar nas próximas edições do “Tudo é Possível”, na Record. O sinal verde foi dado ontem.

* “1 contra 100”, do Roberto Justus no SBT, hoje à noite, será em homenagem às mães.

* Uma quarta disputada. Futebol da Libertadores e da Copa do Brasil na Globo, Bandeirantes e canais SporTV e Espn Brasil.

* Rodrigo Santoro começou o filme do Heleno de Freitas, mas ainda sem engordar prometidos 10 quilos.

* Globo vai fazer a festa de lançamento da novela “Passione”, segunda-feira, na Casa Fasano, em São Paulo.

* O projeto “Minha História”, de Fábio Junior, composto por três CDs e um DVD, chegará ao mercado com 42 gravações originais de sucessos do cantor.

C´est fini
Tempo em televisão é coisa cara, mesmo em se tratando da Rede TV!. Como é que pode o “Superpop”, da Luciana Gimenez ficar no ar por mais de duas horas com Cleber Bambam e suas mascaradas. É o fim de qualquer picada.

Nesse esforço de quase todas as TVs em intensificar as  coberturas  policialescas uma sai da lista: na Cultura, policia só aparece em casos relevantes e de interesse público. Importante reconhecer.

E outra: todas as emissoras informaram ou deram destaque à Maratona de São Paulo, domingo. Mas só o jornalismo da Cultura, com o repórter Jerônimo Mendes mostrou trechos da Maratoninha no sábado, inclusive a participação de crianças cadeirantes. Matéria tratada com dignidade e respeito.

A Globo News vai apresentar, de 7 a 11 de junho, às 19h30, a série “ExtraCampo”. No programa, o repórter Geneton Moraes Neto entrevistará cinco grandes personalidades do futebol brasileiro, abordando dramas, histó-rias divertidas e assuntos de fora dos gramados. Ricardo Rocha e Zico já estão confirmados nas gravações, que começam hoje no Rio.

Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation