Gazetinhas 14/05/2010

* Comentário ontem na cidade girou em torno da rachadura do prédio da Câmara Municipal.

* Várias causas estão sendo apontadas.

* Segundo um engenheiro, pelo menos uma delas deve ser descartada: excesso de trabalho.

* Que maldade!

* Impressionante como todo mundo anda nervoso nesses dias.

* Os professores em greve, o governo, os políticos.

* Segundo um analista político, é a TPE (Tensão Pré-Eleitoral).

* A propósito de greve, algumas lideranças sindicais e negociadores do governo começaram a culpar a imprensa pelos impasses nas negociações.

* É sempre a velha história do rei que mandou executar o mensageiro.

* Na política local, muitas explicações nos últimos dias sobre a candidatura ao governo do vereador Rodrigo Pinto.

* A rigor, porém, ainda não ficou claro se o Pinto sobe ou o Pinto desce.

* (Piadinha infame).

* Hotéis da cidade lotados com empresários, engenheiros e arquitetos que vieram participar do seminário da categoria, promovido pelo Confea/Crea.

* Na pauta, os desafios, oportunidades e visão do futuro com as obras que estão sendo executadas na região, entre elas, a Interoceânica.

* Ex-governador Jorge Viana e um diretor da Odebrecht foram convidados como palestrantes.

* Em tempo: com tantos engenheiros, arquitetos e outros especialistas reunidos bem que poderiam dar uma explicação mais convincente para a ponte que cedeu sobre o Rio Caeté, em Sena Madureira.

* Chegou-se a falar que o problema teria sido causado por algum “fenômeno”.

* Mas que “fenômeno”?

* Matéria publicada ontem dá uma idéia de como funcionam as pousadas e presídios no que chamam de “reeducação” ou “ressocialização”:

* um rapaz foi detido no ano passado em Brasiléia por bater na mãe e encaminhado à Pousada do Menor.

* Quase um ano depois, foi solto nesses dias e a mãe, irmãos, o cunhado esperavam que ele tivesse aprendido a lição.

* Mal botou os pés dentro de casa, pegou uma briga com um dos irmãos, armou-se com uma faca e só não o furou porque um cunhado interveio.

* Aí partiu pra cima do cunhado com uma ripa e o acertou, derrubando-o da moto.

* Em seguida, invadiu uma padaria e quebrou tudo.

* A muito custo, a polícia conseguiu prendê-lo de novo e foi encaminhado para o “sistema prisional” para ser “reeducado”.

* Pior, leitor, é que não é um caso isolado.

* Sem comentários.

* Reclamando do quê, chorando por que os torcedores ‘daquele time’?

Assuntos desta notícia


Join the Conversation