Política nacional 07/05/2010

“O MP é a instituição cada vez mais odiada no Legislativo”.

Procurador-geral da República, Roberto Gurgel, sobre o ‘ódio’ dos parlamentares.

Lula é recordista em medidas provisórias
Nos últimos 88 meses, o presidente Lula se transformou no recordista absoluto na edição de medidas provisórias: até agora  foram 385. Mesmo considerando a reedição ilimitada de MPs, banida pela emenda nº 32, de 2001, o presidente Lula ainda vence o ex-campeão Itamar Franco, que se utilizou do instrumento 363 vezes. A MP é exclusiva do presidente e só poderia ser usada em situações de emergência.

A lei proíbe
As MPs do presidente Lula já trataram da exportação de diamantes e da criação de estatais e cargos. Temas que nada têm de urgentes.

Comparação
Os ex-presidentes José Sarney e Fernando Collor editaram 125 e 89 medidas provisórias cada, segundo levantamento do Diap.

Aliança fechada
O PR anuncia neste sábado, oficialmente, seu apoio a Joaquim Roriz para o governo do DF. O deputado Jofran Frejat será o vice.

Fica frio
Depois de tirar foto com Lula, o Corinthians, time do presidente, perdeu para o Flamengo. Quem anda com pé-frio, só entra em fria.

DF: governador criticado…
Vizinhos da residência particular do governador do DF, Rogério Rosso, reclamam do barulho e da utilização deslumbrada de helicópteros, inclusive da PM. Mas isso não decorre da vontade da família Rosso, mas do estímulo da segurança, a cargo da Polícia Militar, que sempre “desaconselha” o uso de carros. É um velho truque: ganhar poder tornando o chefe uma espécie de refém dessa deliciosa mordomia.

Menos, menos
A assessoria do governador do DF desdenhou: “helicóptero é como carro oficial”. Ainda assim, Rogério Rosso decidiu restringir seu uso.

Rui, 100
O Senado celebra nesta sexta, às 9h, o centenário de nascimento do alagoano Rui Palmeira, ex-senador, jornalista, advogado e escritor.

Salve geral
Os presos na Bahia vão poder votar em outubro. Certos candidatos que os cortejarão devem atentar contra o sumiço da chave.

À francesa
A campanha quer mudar a imagem de Dilma Rousseff mudando seus modelitos. Melhor seria atentar para a definição do ícone de elegância, Coco Chanel: “Disfarçar-se é encantador, parecer disfarçada, é triste”.

Tucanos com Roriz
O presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), foi à casa de Joaquim Roriz oferecer-lhe o apoio, em troca de palanque para José Serra no DF. Maria de Lourdes Abadia deve comandar o diretório local.

Vai que é mole
Comercial na tevê informa aos candidatos a bandido que, para o Conselho Nacional de Justiça, crime de falsificação ou fraude não dá cadeia, mas apenas prestação de serviços comunitários.

Não me esqueçam
Estava mortinho ontem de novo o Twitter de Dilma. Sua última mensagem, sobre o aumento dos aposentados, dizia: “o presidente tem um forte compromisso social”. Não há apenas tucanos no “muro”.

Arte de Brasília
Começa nesta sexta a exposição “Art Made in Brasília”, apresentando trabalhos de oito grandes artistas plásticos da cidade. A curadoria da vernissage, na Casa Thomas Jefferson, é de Celina Leite Ribeiro.

Ignorância corrigida
O Governo Federal consertou rapidinho o erro no site do Programa de Aceleração do Crescimento (o PAC de Dilma), apontado nesta coluna, que localizava o Tocantins no Centro-Oeste e não na região Norte.

Incompetência
Insumos das indústrias no polo de Manaus acumulam-se no aeroporto local, por incompetência e desorganização da Infraero. O presidente da Federação das Indústrias, Antônio Silva, pediu ajuda ao governador Omar Aziz para pressionar o governo Lula a encontrar a solução.

A ‘batalha’ do Rio
Os aviões da Red Bull Air Race infernizam os ouvidos dos moradores da orla do Centro a Copacabana, para os shows de sábado e domingo, Dia das Mães, no Rio. Parece “ataque”, a qualquer momento.

Pensando bem…
…para Lula, a nova crise que enlouquece a Europa é grego…

PODER SEM PUDOR

Política literária

Candidato ao governo do Rio, Darcy Ribeiro atendeu ao convite do deputado Rockfeller de Lima e visitou a fazenda de um rico usineiro de Campos. No auge da reunião, cadê o candidato? Atracado a um livro na biblioteca, o professor afungentou os assessores:
– Podem continuar sem mim. Essa coisa de eleição é com vocês. Este livro é um original me-dieval, só existem dois no mundo. Deixem-me com ele!

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation