REPÚBLICA INDEPENDENTE DO ACRE

Gentes mil fôrâo ao Aeroporto de Cruzeiro do Sul – até açeçôres da Açembléia – ver o avião do Peru cheio de tumate que o dep. est. e cand. Á Primeira Vaga do Senado de Ucayalli Edvaldo Magalhães trousse do Peru na cemana paçada!Klemer56
Desde que a Polícia Federal axou uma balsa carregada de farinha estragada no porto de  Cruzeiro do Sul, o carregamento de tumate do Peru é a carga mais importante que um político acreano desembarca naquela região. Maiz os peçoal da oposição disse que o avião levou de volta umas toceira de alho e umas senôras, que azedaram, provavelmente por cauzo da demora do avião chegar ao Juruá.
O dep. est. não teve cupa da carga azedar, afinau ninguém fala do Oinbus do TFD, que sai do Acre levando carga estragada pra Goianha, que não é cupa da Çecretaria da Çaúde!

Esse peçual é morto de inveja do suçeço dos ôtos!

É como o Seu Luis Theodoro, que morre de inveja de mim, só por cauzo que eu sou uma peçoa umilde, que fui introduzida na redação desse Matutinho pelo Seu Silvio a pedido da Dona Ivete, a própia dona do jornau.

A Dona Ivete é minha muza (E do Seu Silvio, claro!) e um dia eu ainda estarei testa a testa com ela no Point do Pato, como já estive, aliaz, com o Seu George Pinheiro no Natal do ano paçado no Inácios Restaurante. Que peru enoooooooooorrrrrrrrrrme!
Ao dep. est. e pres. da Açembleía Edvaldo Magalhães vai os  meus comprimentos: – Relp bir dei tiu yú! Que quer dizer Parabéinz em francês.

Esta titular não vai fazer esse tipo de kalunismo, do tipo jinecolójico, que só quer ver as peçôas por baicho!
É o mau do Raí Soçaite até na política. Não deicham os umildes crescerem. É só vêre o que fazem com o vereador Cabide, na Câmera Munissipal!

Eu até estava pençando em votar no dep. fed. Petecão, mas cube que ele só põe pra baicho que Diéque Montana. Fiquei paçada!
Sou a favor de que todo mundo crêça na vida, como eu, que vim de Camutama, filha de ex-guarda da Sucam com professora lissensiada. Lutei muito pra chegar aqui, incluzive porque a Estrada de Boca do Acre só veve intergitada.

Fôrão muitos sofrimento, rodando de mão em mão feito senha da Fundhacre, muitas vezes paçando fome sem um ovos pra comer.
Depois que fiz dois módulos do Progeto Poronga, ainda estudei em coléjo de padres, com bouça, porque minha família não tinha como pagá. E ainda ficão eças peçôas – me discupem falar diço! – acuzando os padres de Pedagogia. Injustissa!

Açim que voltar a Rio Branco, eu vou mostrar os retratos que eu estou tirando em Cruzeiro do Sul, porque eu não concegui voltar no avião da Tríplis junto com a Imprença do Cistema Público de Comunicassão. Eles dissero que a cuantidade de jornalistas era muito grande e que eu não tinha cualidade pra ir com eles. Vou reclamar pro Seu Binho e pra quele gatinho do Seu Jorge Viana.

Afe! Eu ainda quero (e vô!) passear com Seu Jorge naquele avião engrassado, que tem a palheta na cumieira, tal de helicóptero!
Axei lindo eles com muxilinha nas costas – ele e Seu Edvaldo Magalhães – paçeando na floresta em capãia política.

Imagine a inveja da Jackie Pinheiro, da Jocely Abreu, eu nas aldeia com o Seu Jorge. Independente do Seu Edvaldo Magalhães, eu quero ser a companhia de selva dele.
Vai ser muito o ó, ó!
Fuuuuuuuiiiiiii!!!!!!!!!!

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation