Previsão do tempo e as atividades humanas

friale1605Quase todas as atividades  humanas estão ligadas, de uma forma ou de outra, direta ou indiretamente, às condições do tempo. Em algumas, o conhecimento prévio de como a atmosfera irá se comportar é de suma importância. É o caso de uma viagem de avião ou num evento ao ar livre. Se houver fortes chuvas com ventos, o avião não poderá aterrissar e o evento, com certeza, será cancelado ou adiado. Tendo conhecimento antecipado da chegada de muito frio, as lojas poderão estocar agasalhos e a população não será pega de surpresa. Na agricultura, na construção civil (estradas, principalmente), no planejamento das prefeituras e dos estados, na defesa civil e em dezenas de outros serviços, encontramos exemplos da importância da meteorologia para orientar essas atividades.

Tragédias como os deslizamentos causados por intensas chuvas nas cidades de Angra dos Reis e Rio de Janeiro poderiam ser bastante amenizadas se o governo atentasse para os alertas emitidos pelos meteorologistas.

Em Rio Branco, poderia ter sido evitado o acidente com o avião da Rico, que deixou tantos mortos, se o piloto soubesse que fortes ventos atingiriam a Capital acreana no momento do pouso.

As enchentes do Rio Acre têm causado muitos transtornos à população e prejuízo aos cofres públicos. Nesse sentido, desenvolvemos um método que nos permite saber, com até quatro dias de antecedência, com muita precisão, o nível a ser atingido pelas águas do Rio Acre. Esse método, que estamos colocando à disposição dos órgãos interessados, foi desenvolvido por nós, após 20 anos de minucioso estudo e pesquisa na área. Trata-se de um programa inédito e que pode ser utilizado para prevenir enchentes em qualquer cidade do Brasil ou do mundo.

Em 2005, previmos aquela que foi a maior seca dos últimos 30 anos. Em 2009, anunciamos, com uma semana de antecedência, a chegada de frio intenso, com temperatura inferior a 11°C e sensação térmica abaixo de 6°C, fenômeno que realmente aconteceu e fez calar a boca de tantos que não acreditaram. E, agora, estamos alertando, desde fins do ano passado, que 2010 poderá ser um ano extremamente seco, talvez superando a seca de 2005. É muito alta a probabilidade (em torno de 80%) de ocorrência desse fenômeno, pois as variáveis meteorológicas apontam para isso.

No entanto, o pesquisador do tempo trabalha com cálculos de probabilidade. Por exemplo, se anunciarmos que haverá grande probabilidade (90%) de chover num determinado dia, não estamos dizendo, afirmativamente, que vai chover, mas, aproximadamente, para cada 100 dias com essa previsão, 90 dias deverão ter chuvas e, em apenas 10, não choverá. Outro detalhe é que cada localidade tem suas pró-prias peculiaridades climáticas. Só um pesquisador daquela localidade, ou região, com muitos anos de experiência, conseguirá melhor prever o tempo, por mais aparelhados que sejam os grandes centros meteorológicos. Os pequenos detalhes regionais e localizados não são processados por esses institutos tão distantes.

Sempre nos colocamos à disposição dos órgãos públicos para prevenir fenômenos adversos que ocorrem no Acre, no entanto, são empresas particulares que, até o momento, tem nos procurado para atender seus interesses. Assim, essas empresas, não só têm evitado prejuízos, mas conseguido lucros extras.
Falta conscientização da necessidade de uma efetiva e eficaz consultoria meteorológica para melhorar e apressar os serviços prestados pelos municípios e estados. Quem mais irá se benefi-ciar, será a população.  

* David Friale é pesquisador meteorológico e professor de Geografia, Física e Atualidades.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation