Acreanos são destaques no Brasileiro de Jiu-Jitsu

Cada vez mais o Acre vem se despontando como um verdadeiro celeiro de artes-mar-ciais. A última modalidade a se destacar foi o Jiu-Jitsu no Campeonato Brasileiro realizado no ginásio Ipirapuera/SP. A delegação acreana, com apenas cinco atletas, retornou com quatro medalhas, sendo duas medalhas de prata e outras duas de bronze.

Os atletas representaram a Federação Acreana de Jiu-Jitsu Esportivo, presidida pelo professor Raimundo Peres, ou “Ray Peres”, como é conhecido na modalidade, um dos medalhistas no Brasileiro. “Nosso trabalho, desde o início do ano, foi visando esta competição”, ressalta mestre faixa preta 3º Dan, com 15 anos de aulas na modalidade.

José Leônidas, após nove anos parado na modalidade, retornou em grande estilo, conquistando a prata na faixa marrom, no pesadíssimo, perdendo por pontos para um atleta de São Paulo. A outra medalha de prata foi assegurada por Emerson Melo, na faixa preta, categoria pesado, perdendo para o atleta do Rio Grande do Norte.

A exemplo de Leônidas, o professor Ray havia se afastado por 11 anos, devido ligamento no joelho, voltando para os ringues na faixa preta, Senior Leve, para ficar com o bronze, ficando para o Mineiro. A outra medalha de bronze foi assegurada por Ridiné Matos, no Senior Médio, faixa azul.

Os bons resultados asseguraram aos atletas concorrer a uma bolsa atleta nacional pelo jiu-jitsu. “Essa conquista acrea-na se deu porque tivemos empresas que acreditaram em nós e no nosso trabalho (Imobiliária Fortaleza, Vigiacre, Drogaria Globo, Loja Marisa, Modelle Construções e Comércio) para conseguir viajar de avião às vésperas do Brasileiro”, agradeceu o mestre.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation