Processo do Plácido será julgado na sexta no TJD

O Plácido de Castro FC terá que esperar até a próxima sexta-feira para saber se os seus sonhos de uma “virada de mesa” no Campeonato Estadual Acrea-no e seu retorno a competição serão concretizados. O julgamento no Tribunal de Justiça Desportivo, marcado para esta quarta-feira, foi adiado para a próxima sexta, na sede da Federação de Futebol do Acre.

A equipe da fronteira alega que o tempo legal para o recurso no TJD não foi cumprido, pelo menos pelo interessado, segundo eles o AC Juventus, do atleta irregular no Plácido. “Não estamos dizendo que a situação do jogador (Jeferson) era regular, mas sim que o prazo expirou, pois quem entrou foi a Federação e não o Juventus”, disse um diretor que preferiu não ser identificado.

Sobre a questão da Federação ter feito a denúncia, o presidente da entidade, Antônio Aquino, ressaltou que é obrigação fazer a denúncia ao constatar irregularidades na competição, conforme o Estatuto da própria Federação. “Se eu não fizer isso, vou responder no Tribunal de Justiça Desportivo por omissão”, afirmou o dirigente.

Aquino também explicou que o que a Federação pode fazer para que situações como essa não ocorram no Cam-peonato, o faz. “Tanto é que na última rodada tivemos duas situações semelhantes. Numa avisamos o Plácido, mas mesmo assim eles entraram com o jogador irregular, enquanto no jogo do Náuas também avisamos e eles não entraram com o jogador. Lembrando que não é obrigação da Federação contar o número de cartões dos clubes, mesmo assim fazemos, mas, sim, é obrigação da Federação denunciar irregularidades”, acrescentou.

 

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation