Rio Branco e Náuas saem na frente nas semifinais do Estadual Acreano

Respectivamente o primeiro e segundo colocado na fase de classificação, Rio Branco FC e Náuas EC saíram na frente nas semifinais do Campeonato Estadual Acreano, saindo com a vitória do estádio Arena da Floresta, no jogo que marcou o recorde de público – 2.179 pagantes – para fazer a volta pelo empate contra Atlético Acreano e AC Juventus.

Na abertura da noite de futebol, o principal fator que influenciou o placar foi a expulsão do zagueiro Zidane, com apenas 32 minutos da etapa inicial. Até então o Atlético estava melhor que o Náuas, mas com um a menos em campo, acabou recuando e trazendo os jogadores do representante do Juruá para sua área. Daí para frente a aposta era nos contra-ataques, sempre puxados por Dinho e, principalmente, Leonardo.

Mas quem pensou que os gols saíram rapidamente após a expulsão, o primeiro saiu apenas aos 30 minutos da etapa final, após jogada na linha de fundo e cruzar. Oportunista, Serginho antecipou a marcação e escorou de chapa, para fazer 1 a 0 para o Náuas. Apenas um minutos após, Fábio Pontes levantou para Iesley que dominou e cobriu Darlan. A bola caprichosamente bateu na trave e retornou para Leonardo bater para empatar para o Galo: 1×1.

O gol da vitória saiu numa falha de marcação. Bola levantada para o segundo pau e Acreano teve tempo para ajeitar a bola e emendar a bomba para fazer números finais a favor do Náuas: 2×1.
No clássico Pai e Filho, o “filho”, no caso Juventus, acabou entrando sonolento para a semifinal e acabou pagando o preço. Com apenas 15 minutos, Rio Branco já tinha a seu favor 2 a 0. O primeiro iniciou com jogada individual de Ivan, deixando Testinha cara a cara com Felipe. O meia esperou a queda do goleiro para cobrir, fazendo 1 a 0. O segundo teve Araújo fazendo o cruzamento e o pequeno Ley escorou de cabeça, ampliando o placar.

Demonstrando não estar morto, o Juventus empatou com Jonas. Vagner foi a linha de fundo e cruzou, o meia Jonas, que já havia perdido há poucos minutos, escorou de chapa para deixar em 2 a 1. Aos 44 minutos Juliano sofreu penalidade e Ley cobrou. O goleiro Felipe colocou para o escanteio.

Porém a tarefa para o jogo de volta não está nada fácil. O zagueiro Josimar, após ser substituído, acabou sendo expulso, isso no banco de reserva, enquanto o outro zagueiro, Fernando, foi expulso após entrada forte em Araújo. Não bastassem os dois terem que cumprir suspensão, Marcelo Cabeção recebeu o terceiro amarelo e também não poderá jogar na volta contra o Estrelão.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation