Marinha vai reforçar presença no Acre com agências em cinco municípios

Um grupo de oficiais da Marinha pertencente ao 9º Distrito Naval, sediado em Manaus, esteve nesta quarta-feira, 12, em Cruzeiro do Sul, depois de visitar Epitaciolândia, Brasiléia e Assis Brasil, com presença inclusive de seu comandante, o vice-almirante Fernandes. Seu objetivo é visitar obras que estão sendo executadas pelo Governo do Estado em parceria com o Programa Calha Norte, do Governo Federal. Outra equipe de oficiais do 9º Distrito Naval também chegou à noite tendo cumprido rota diferente de visitação, passando por Jordão e Marechal Thaumaturgo.

marinha_1

Em Cruzeiro do Sul, acompanhado pelo vice-governador César Messias, o grupo de oficiais visitou as obras do Estádio Arena do Juruá e a Ponte do Juruá. Segundo explicou o vice-governador, o programa Calha Norte tem diversas parcerias com o Governo do Estado em ações como abertura de ramais e compra de patrulhas mecânicas. O Estádio Arena do Juruá também recebe aporte financeiro do Calha Norte no valor de R$ 1.300.000,00.

No entanto, o mais importante assunto de sua visita ao Juruá, segundo contou o vice-almirante Fernandes, é a questão da instalação de uma agência de segurança do tráfego aquaviário em Cruzeiro do Sul. “A estratégia nacional de defesa prevê para a área de jurisdição do comando do 9º Distrito Naval que abrange Acre, Amazonas, Roraima e Rondônia colocação de agências de segurança do tráfego aquaviário em algumas cidades. E uma das cidades prioritárias para a Marinha é Cruzeiro do Sul, por conta do seu movimento e do seu crescimento ao longo desses anos”.

Mais presença da Marinha
Segundo Fernandes, o 9º Distrito está em negociação com o Governo do Estado para a cessão de terrenos e sua visita também tem o objetivo de verificar o melhor lugar para instalação da agência, local este indicado pelo governo do Estado. Informou ainda que a Marinha conta com recursos do Calha Norte para instalação da agência. Ele contou que assim que for instalada a agência, a Marinha vai começar os trabalhos em Cruzeiro do Sul com 11 militares: “Vamos aumentar a presença dos navios, tanto do Navio Hospital Dr. Montenegro, que é um convênio com o estado do Acre para atendimento aos ribeirinhos, como com nossos navios-patrulha para orientar a segurança do tráfego”, disse.

O convênio entre a Marinha e o governo do Acre em relação ao navio-hospital que tinha vigência de dez anos expirou em 2010, mas o comandante Fernandes informou que ele está sendo renovado e, mais, a Marinha anda vai ampliar a capacidade da embarcação. Entre outros itens vai ser instalado um mamógrafo, para melhorar a capacidade de atendimento. 

Cinco bases no Acre
O vice-governador César Messias informou que as conversações com a Marinha prevêem a instalação de cinco bases no Acre; além das agências de Cruzeiro do Sul e Rio Branco, que são prioritárias, também serão instaladas bases em Santa Rosa do Purus, Sena Madureira e Feijó. Para o vice-governador a agência em Cruzeiro do Sul terá importância fundamental para a região, já que na atualidade que precisa dos serviços da Marinha precisa ir até Eirunepé, no Baixo Juruá, o que causa muitos transtornos principalmente para os proprietários de embarcações. “Com a boa vontade do ministro da Marinha vamos ter disponível este serviço não apenas em Cruzeiro do Sul, mas também na capital e em mais três municípios”.

Estádio e Ponte do Juruá
A expectativa é grande em Cruzeiro do Sul com relação às obras da Ponte do Juruá e do Estádio Arena da Floresta. O vice-governador está confiante de que o Estádio será entregue à população no aniversário da cidade que acontece em 28 de setembro. Durante a visita à ponte, a comitiva da Marinha e o vice-governador foram recepcionados pela engenheira chefe do Planejamento da obra, Marina Matos. Ela garantiu que o cronograma da obra está em dia e será entregue em dezembro.

César Messias também falou de sua expectativa em relação à BR-364: “São Pedro vai nos ajudar para concluir também a restauração daqui até o rio Gregório, e avançar na BR-364. A vontade do governo e a determinação do governador Binho Marques é essa: entregar, se possível, todas as obras que estamos fazendo até o fim do nosso governo”. (Agência Acre)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation