Pular para o conteúdo

Parada de ônibus desaba e deixa 3 pessoas feridas

Um ponto de ônibus da Avenida Getúlio Vargas, em frente às lojas by Nietze e Esportiva, desabou por volta das 8h da manhã de ontem. O acidente aconteceu assim que o coletivo 203 da linha Adalberto Aragão tinha acabado de ‘encostar’ na parada. parada
Com a queda da estrutura, três pessoas ficaram feridas: uma mulher que acabara de desembarcar e uma mãe com o seu filho. A mãe sofreu uma pancada grave na cabeça. Já o filho e a outra moça tiveram apenas algumas escoriações. Os três foram socorridos de imediato pelo Samu e, até o fechamento desta edição, não cor-riam riscos de morte. Mais pessoas estavam presentes, mas conseguiram sair assim que a estrutura despencou.

A polícia ainda investiga a causa do desabamento. Após o acidente, a Ciatran e a Rbtrans estiveram no local para isolar a área e ouvir as testemunhas do episódio. Logo em seguida, chegou a perícia técnica para recolher as provas do caso. O resultado da investigação do Instituto de Criminalística deve sair no prazo de 15 a 30 dias.

Entre as versões apresentadas, duas hipóteses são as mais prováveis. A primeira aponta que a parada teria desabado sozinha, já que se tratava de uma estrutura de madeira antiga e já meio comprometida. Conforme os funcionários das lojas perto do local, o ponto em questão sempre ‘tremia’ e ‘balançava’ bastante quando soprava um vento um pouco mais forte. “Era uma parada que estava pronta pra cair”, disse uma testemunha.

Rbtrans suspeita que ônibus bateu na parada – A segunda versão acusa o motorista de ter conduzido mal o veículo, batendo a parte de trás e prendendo a porta do ônibus ou na aproximação ou na saída da parada. Tal teoria também é a mais contundente à qual deduziu a investigação prévia da Rbtrans. Segundo Ricardo Torres, superintendente da autarquia, basea-dos nos indícios achados no carro (retrovisor dianteiro virado e porta amassada com vidros quebrados) é bem provável que tenha sido erro do condutor.

“Assim que soubemos do acidente, mandamos um fiscal ao local para acompanhar a investigação policial e trazer dados para fazermos análise própria. Além de testemunhas terem afirmado que o ônibus acertou o abrigo, acreditamos mais nesta hipótese pelas evidências e pelo fato de ser impossível que a estrutura em questão, por ser composta de 3 peças robustas, tenha simplesmente desabado sozinha. Talvez as condições em que a parada estava tenham contribuí-do, mas ela jamais cairia sozinha”, conjecturou Torres.

Para ter certeza sobre o que aconteceu, Ricardo contou que aguardará o desfecho da investigação da Polícia Técnica. Apesar de não acreditar que o ponto tenha cedido sozinho, o superintendente ressaltou que a Rbtrans realiza inspeções nas paradas de ônibus e que já ficou constatado que algumas delas precisam de reparos. Para isso, 18 novos pontos estão licitados e logo serão construídos. Tal trabalho é feito pela própria autarquia, em parceria com a Secretaria Municipal de Obras.