Menino de nove anos é espancado e estuprado na Vila Albert Sampaio

Uma mulher acompanhada do  filho de 9 anos foi ao Núcleo de Atendimento à Criança e o Adolescente Vítima (Nucria), na manhã de ontem, 26, onde registrou queixa-crime informando que a criança foi vítima de espancamento e estupro praticado por um desconhecido.
Vila-albert
O crime, segundo informações da mãe da criança, aconteceu no último dia 20, quando a mulher saiu para trabalhar e deixou o filho na casa de um tio na Vila Albert Sampaio, localizado na BR-364, altura do Km 20, sentido Rio Branco/ Porto Velho.

Segundo informações da mãe, a criança estava brincando com os primos e coleguinhas em um quintal quando resolveu se afastar do grupo para juntar tampas de garrafa, que fazia parte da brincadeira.

Quando a criança se afastou um homem não identificado, que estava armado com uma faca, teria arrastado o menino para um matagal onde, sob ameaça de morte, teria espancado e estuprado a criança.

Criança fica em poder de maníaco por duas horas
Segundo informações da mãe da vítima, a criança teria sido raptada por volta das 10h e ao meio-dia, após conseguir morder uma das mãos do maníaco, conseguiu fugir.

“Meu filho chegou em casa vomitando uma secreção branca parecida com esperma. Ele contou que o desconhecido bateu muito no estômago dele e no rosto do meu filho havia sinais de sêmem. O corpinho dele estava todo machucado com várias escoriações. Meu filho está traumatizado. Ele contou que o homem teria ameaçado que se ele contasse o que aconteceu, voltaria para matar toda a família”, contou a mãe da vítima.

Polícia tem retrato falado do agressor
A polícia técnica do Instituto de Criminalística já tem o retrato falado do maníaco que está sendo procurado.

O retrato falado foi confeccionado através de informações repassadas pela criança.

O Departamento de Inteligência da Secretaria de Segurança já  divulgou o retrato falado a todas as delegacias da Capital, interior, postos de fiscalização da Polícia Rodoviária Federal, Militar e Polícia Federal. 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation