Policial estaciona em local proibido e gera confusão

Uma motocicleta estacionada em local proibido gerou confusão entre um moto-taxista, um guarda da Companhia de Trânsito da Polícia Militar e um policial federal, na noite de sexta-feira, 21.
O moto-taxista Marcos Carneiro, 30 anos, chegou a ser detido por desacato à autoridade, após a confusão formada.
Mototaxista
Segundo testemunhas, o policial federal, que não foi identificado, teria estacionado a sua motocicleta no perímetro destinado ao estacionamento de moto-taxistas, em um ponto na Avenida Epaminondas Jacome, no Centro de Rio Branco.

De acordo com Jessé Soares, outro moto-taxista, a confusão começou quando Marcos Carneiro pediu para que o policial federal retirasse a sua motocicleta da faixa demarcada para moto-táxis.
Neste momento, o moto-taxista teria encostado o pneu de sua motocicleta na do policial.

“Foi quando o cara sacou uma arma e disse que era policial federal. Ele nem se identificou com sua carteira funcional”, conta a testemunha.

Um patrulheiro da Ciatran chegou e afirmou ao suposto agente federal que ele iria ser multado se não retirasse a motocicleta.

Orientado pelo presidente do Sindicato dos Moto-taxistas, Pedro Mourão, a ir até à Superintendência da Polícia Federal, Marcos Carneiro acabou sendo preso lá.

“Ele foi até lá para saber se o cara era mesmo policial federal, mas foi detido por desacato. Depois, ele foi ouvido por uma delegada e liberado”, disse um dos colegas.

Dezenas de moto-taxistas se reuniram em frente à Polícia Federal para manifestar apoio ao colega.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation