Binho fala de resultado de parceria com Costa Rica

A implantação de um núcleo de produção de conhecimento do Centro Agronômico Tropical de Pesquisa e Ensino (Catie), instituição internacional de estudo com sede na Costa Rica, foi o tema do programa “Dois Dedos de Prosa” de ontem, 17. O Catie é uma instituição internacional cuja missão é de reduzir a pobreza rural por meio da educação, investigação e cooperação técnica, além de promover a gestão sustentável da agricultura e recursos naturais.

A parceria foi firmada durante visita do governador Binho Marques à Costa Rica, no início deste mês. A instituição trabalha com outros 13 países membros da América Central e América do Sul, além de contar com o apoio de mais de 40 instituições internacionais, e agora com a assinatura do convênio com o Governo do Acre, irá instalar o primeiro Catie do Brasil, mais especificamente na cidade de Xapuri.

“O Catie é um dos maiores centros internacionais de estudos da floresta, com sede na Costa Rica, está espalhado pelo mundo todo, mas eles ainda não tinham uma sede no Brasil e nós convencemos de que a sede no Brasil deveria ser no Acre. Eles vêm trazendo para cá todo conhecimento que existe na área de pesquisa e formação. Criar uma sociedade do conhecimento é uma idéia que a gente vem acalentando desde 99, transformar toda riqueza que temos na floresta em conhecimento, e que isso gere riqueza para o Acre”, destacou o governador.

Ainda durante o “Dois Dedos de Prosa”, Binho Marques, falou da riqueza da Costa Rica, um país que tinha 18% do seu território coberto por floresta, e atingiu o percentual de 50% de cobertura, com investimentos em florestas plantadas. “Eles conseguem com um terço do nosso território fazer com que 4 milhões de habitantes vivam bem. O que mais me encantou foi que essa população vive da floresta e esse foi o objetivo da nossa viagem, eu fui para Costa Rica foi para encurtar caminho e aprender com eles”.

Catie elabora plano de trabalho com o Acre
A viagem que o governador Binho Marques fez à Costa Rica tem continuidade com a visita oficial que o vice-presidente do Centro Agronômico Tropical de Pesquisa e Ensino (Catie), Ronnie de Camino Velozo, faz ao Vale do Acre. A visita iniciou-se dia 15 e será concluída na próxima quarta-feira, 19. Desde então Ronnie vem conhecendo não apenas questões diretamente ligadas à Catie como aspectos da cultura e da identidade acreana: participou de cerimônia do Santo Daime, visitou a Biblioteca da Floresta e a Usina de Arte João Donato, realizou sobrevôo sobre os geoglifos e ontem, 17, reuniu-se com os secretários de Estado de Meio Ambiente (Eufran Amaral), Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Nilton Cosson), Esporte, Turismo e Lazer (Cas-siano Marques), Governo (Fábio Vaz) e Florestas (Carlos Resende) para elaboração do Plano de Trabalho entre Acre e Catie com ações de curto prazo – até dezembro de 2010  – e para vários anos.

O plano contempla vários temas, como a Residência Florestal, que é a formação de especialização destinada aos engenheiros florestais recém-formados, caracterizada por um programa intensivo de treinamento profissional nas áreas de silvicultura, manejo e economia florestal, conservação da Natureza e tecnologia de produtos florestais. A meta inicial é especializar 40 Engenheiros Florestais. O plano inclui também a criação do Fundo Verde, com o qual será mantida financeiramente a parceria entre Acre e Catie.

O Catie tem sua sede na Costa Rica, que é o país com maior variedade de flora e fauna de toda a América Central, de grande vocação ambiental. O país desenvolveu instrumentos que ao mesmo temo valorizam, mantém e geram renda a partir de sua biodiversidade e do conhecimento acerca dela. A Costa Rica chegou a ter apenas 20% de suas florestas, mas trabalhou para recuperá-la e hoje tem mais de 50%. O Catie é uma instituição internacional que atua de modo ostensivo para reduzir a pobreza através da educação, pesquisa e cooperação técnica, além de promover a gestão sustentável da agricultura e dos recursos naturais. Combina a ciência, a pós-graduação e de cooperação técnica para alcançar essa meta. 

Ainda ontem, Ronnie estava no Seringal Cachoeira. Na terça-feira, vai a Xapuri para reconhecimento do local onde será instalado o futuro escritório do Catie, que provisoriamente irá funcionar em Rio Branco. (Agência Acre)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation