Deputado Henrique recebe comenda Zilda Arns

A Frente Parlamentar em Defesa da Vida e Contra o Aborto realizou nesta semana o 3º Encontro de Legisladores e Governantes pela Vida. O encontro na Câmara dos deputados reuniu dezenas de vereadores e vereadoras, prefeitos e prefeitas, parlamentares das Assembléias Legislativas e do Congresso Nacional, no qual marcou-se o posicionamento político, claro e inequívoco, contra a legalização do aborto no país, e apontou para a construção de políticas públicas, nos municípios, de apoio à maternidade desde o primeiro momento do início da vida.

A novidade deste ano foi a instituição da “Comenda Zilda Arns em Defesa da Vida”. Sete instituições e sete personalidades públicas foram escolhidas para receber  esta Comenda que leva o nome da médica sanitarista, fundadora da Pastoral da Criança, cujo trabalho é reconhecido internacionalmente em razão do atendimento às crianças pobres, de zero a 6 anos de idade, no combate à desnutrição infantil. Zilda Arns morreu recentemente vítima do terremoto que abateu sobre o Haiti, ocasião em que ela encontra-se naquele país proferindo palestras sobre saúde pública, principalmente sobre como combater a mortalidade infantil.

As instituições que agraciadas com a referida Comenda foram a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil-CNBB, a Federação Espírita Brasileira – FEB, por suas Campanhas Nacionais em Defesa da Vida tendo como objetivo mobilizar as comunidades para assumir a luta contra a legalização do aborto; a Pastoral da Criança, o  Movimento Nacional da Cidadania pela Vida “Brasil Sem Aborto, a Associação Estação da Luz, o Governo do Estado do Amazonas e a Câmara Municipal de São Bento do Sapucaí, instituições  que tiveram iniciativas de defesa da vida e contra o aborto.

Das sete personalidades escolhidas para receber a Comenda, o  deputado federal Henrique Afonso foi agraciado por ser  autor de vários Projetos de Lei em defesa da vida e idealizador e promotor das Caravanas em Defesa da Vida realizadas em vários estados. (Assessoria)

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation