Pular para o conteúdo

“Obras mostram respeito ao povo do Juruá”, diz governador interino

O governador do Acre em exercício, Pedro Ranzi, esteve esta semana em Cruzeiro do Sul, onde visitou várias obras e ações do Governo  do Estado, como o Hospital Materno-Infantil, a Arena do Juruá, Centro Socioeducativo, Hospital do Juruá e Ponte do Juruá.  Ranzi concedeu entrevistas reconhecendo que as obras são de vulto e demonstram o respeito que o Governo tem com a população do Vale do Juruá, que tem recebido o mais importante volume de investimentos na história de um governo.

 Ao final das visitas, Pedro Ranzi fez a seguinte avaliação: “estou impressionado. Essas obras realmente mostram respeito com o povo do Juruá”, disse o governador interino, que morou por vários anos em Cruzeiro do Sul, onde foi professor e prefeito do município. Acompanharam o governador, o secretário de Estado de Infraestrutura e Obras Públicas, Eduardo Vieira, técnicos e gestores estaduais.

O ritmo das obras da Arena do Juruá, por exemplo, deixaram o governador otimista quanto ao prazo de entrega da primeira fase, previsto para o dia 28 de setembro, aniversário de Cruzeiro do Sul. O estádio integra um complexo de equipamentos em que se envolvem quatro convênios que somam mais de R$ 18 milhões.

A Arena do Juruá tem o mesmo padrão da Arena da Floresta, em Rio Branco, construída dentro das normas exigidas pela Federação Internacional de Futebol (Fifa). O projeto foi elaborado pela mesma equipe técnica que idealizou o Arena da Floresta, assegurando semelhante qualidade para o gramado, inclusive. O espaço da Arena do Juruá – com belíssima vista para a floresta de buritizais que circunda a região – terá um local destinado à realização de grandes eventos, como exposições e shows. A capacidade do Arena deve ser de até 20 mil pessoas.

A concretagem demanda tecnologia diferenciada, conhecida como concreto aparente para evitar que a estrutura absorva possíveis defeitos das formas. O tempo de remoção das formas é fundamental para o concreto aparente. Diariamente, a obra consome entre 150 e 300 sacas de cimento, gerando atualmente 96 postos de trabalho.

Ranzi percorreu o Hospital Materno-Infantil, que integra o sistema de atendimento à mulher e à criança e será referência para todo o Vale do Juruá e municípios de outros estados, como Guajará, no Amazonas.  O Governo do Estado alugou um espaço para assegurar atendimento de qualidade para mulheres e crianças da região. A idéia é ter no Acre dois hospitais que servem de exemplo no atendimento materno-infantil, em Rio Branco e Cruzeiro do Sul. No final do ano, o Acre contará com o sistema completo culminando com coordenação de rede no Hospital das Clínicas do Acre [antiga Fundhacre] que vai dar assistência aos hospitais regionais. (Agência Acre)