PMDB do Acre e do DF discutem eleições

Discutir estratégias e apoio mútuo para as eleições de 2010. Com este objetivo, lideranças peemedebistas acreanas e do Distrito Federal se reúnem, nesta quarta-feira (5), em Brasília. Participam dos encontros o pré-candidato a governador do Acre, vereador Rodrigo Pinto, o presidente regional do PMDB, deputado federal Flaviano Melo e o senador Geraldo Mesquita.

As lideranças do PMDB do Acre irão se reunir com o presidente do partido no DF, deputado federal Tadeu Filippelli e com os parlamentares mais votados do Distrito. Também com o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, deputado federal Eliseu Padilha (PMDB-RS).

“Vamos discutir marketing, estratégias de campanha e troca de apoio. O PMDB está unido, em todo o país, para estas eleições e o Acre não poderia ficar de fora desta união. O apoio do partido no Distrito Federal é muito importante para nós, não só pela força do PMDB do Distrito, como também pela experiência que possui”, disse Rodrigo Pinto.

SOLIDARIEDADE – Dizendo-se preocupado com o assassinato do presidente da Câmara de Acrelândia, o verea-dor Fernando José da Costa (PP), o “Pinté”, executado com seis tiros, na noite de sábado, Rodrigo Pinto fez questão de solidarizar-se a família. Ele lembrou que sua família foi vítima de crime motivado por política, quando assassinaram seu pai, o então governador Edmundo Pinto, em maio de 1992.

“Sei qual é a dor que esta família está sentindo agora, pois eu e minha família passamos por isso, e é muito difícil. Apelo a Segurança Pública do nosso Estado para que apure, solucione esse crime e ponha os responsáveis atrás das grades, para que não fique como o assassinato do meu pai, cujos verdadeiros culpados ainda estão impunes. Se isso não acontecer, se não houver justiça, punição, corremos o risco de termos outros crimes com motivação política”, concluiu. (Assessoria do PMDB-AC)

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation