Correios: candidatos aguardam datas

A expectativa é de que avaliação seja realizada 60 dias após a definição da organizadora, provavelmente, em agosto.

Para carteiro e operador de triagem e transbordo o concurso terá duas etapas, enquanto os demais concorrentes passam por apenas uma. Para esses dois cargos, na primeira fase, os concorrentes terão três horas para realizarem 20 perguntas de Português, 20 de Matemática e 10 de Informática. Será aprovado quem acertar, pelo menos, metade das questões por prova.

Os aprovados nas provas objetivas serão convocados, gradualmente, para a realização da segunda etapa, segundo necessidades dos Cor-reios. Na parte física serão cobrados os exercícios de barra fixa (três para homens e suspensão por 10 segundos para mulheres) e corrida de 12 minutos (2.200 metros para homens e 1.800 para mulheres).

Aqueles que estiverem aptos na parte física realizarão, após duas horas do término, o teste de dinamometria (força muscular) em três aparelhos: manual, escapular e dorsal, com permissão para três tentativas em cada. Seguindo as orientações para cada aparelho, o candidato deverá executar o movimento, aplicando o máximo de força que conseguir, pois há índices mínimos para cada um deles.

Demais carreiras – Para os cargos dos níveis médio/técnico e superior, os exames exigirão 60 questões, e terão duração de três horas. Para arquiteto, analista de desenvolvimento de sistemas, engenheiro civil, engenheiro eletrônico, engenheiro eletricista e engenheiro mecânico haverá 10 perguntas de Língua Portuguesa, 10 de Inglês e 40 de Conhecimentos Específicos.

Os demais farão 10 perguntas de Língua Portuguesa, 10 de Informática e 40 de Conhecimentos Específicos. Cada uma das provas valerá 100 pontos e, para ser aprovado, o concorrente deverá obter, no mínimo, 50 em cada uma. (Folha Dirigida)

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation