Acreanos estão empolgados com a Copa, mas não com o time escalado por Dunga

A estréia do Brasil na Copa do Mundo está cada vez mais perto (15 de junho, faltam só 6 dias) e agora o técnico que existe em cada torcedor começa a aparecer. Com o acreano – um povo genuinamente apaixonado pelo futebol – não é diferente. Exigente e altamente conhecedora do assunto, a população local está bastante animada com o desempenho da seleção. Contudo, o time convocado por Dunga é a única coisa que não é vista como uma unanimidade entre os ‘técnicos populares’.
copa-do-mundo09067
Por maioria absoluta, as pessoas acham que a seleção passará fácil da primeira fase, mas terá sérias dificuldades nas rodadas eliminatórias com a Espanha e com os hermanos da Argentina. Outro temor é que a Itália seja pentacampeã e quebre a hegemonia brasileira. Além disso, o povo deposita em Kaká a maior esperança de título e cobra a presença do showman Ronaldinho Gaúcho e dos meninos da Vila Neymar e Paulo Henrique Ganso.

Segundo Eraston Everton de Souza, 23 anos, trabalhador de frigorífico, a expectativa para esta Copa é muito grande por ser uma novidade na África. Contudo, ele conta que o time atual do Brasil não deve ir muito além das quartas-de-finais, pois faltam vontade e ousadia ao elenco. “Apesar do time ser pior do que em 2006, acredito que o Brasil fará uma boa Copa. Vou assistir aos jogos com toda a minha família”, completa o jovem.

Quem pensa parecido é o analista David Pereira de Oliveira, 35. Pela tradição, ele conta que esperava mais de Dunga. “Faltou renovação no time, como o Neymar”, disse. Para ele, Brasil terá dificuldade com Portugal na 1ª fase, mas seguirá adiante, tendo surpresas no mata-mata com a anfitriã África do Sul. A teoria das surpresas no campo é partilhada pelo vendedor Reginaldo Alves Barros, 41, que ainda acrescenta que o Brasil terá que mostrar um jogo menos cadenciado e mais ofensivo se quiser ir longe no mundial.

Para inteirar a torcida de técnicos e mostrar que as mulheres também sabem muito sobre o jogo, a repórter cinematográfica Lygia Gomes, 29, afirma que o Brasil não fará uma boa Copa, encerrando a sua participação pelas oitavas-de-finais, quando pode enfrentar o tão ‘temido’ toque de bola refinado da Espanha. Segundo ela, a seleção de Dunga tem um excesso de volantes e isso prejudicará a disposição do ataque em campo, fazendo com que o grande herói nacional, Kaká, seja a grande decepção do torneio.

Os otimistas – Enquanto alguns não ficaram satisfeitos com o elenco de Dunga, outros assistiram aos amistosos com o Zimbábue e Tanzânia e ficaram otimistas. Conforme o aposentado Virgínio José Monteiro, 70 anos, a nova geração comandada por Kaká está mais do que pronta e centrada para vencer o mundial. “Essa seleção vai dar o que falar. Tá sobrando garra e vontade para esses meninos do Brasil. Em 70, diziam que o Pelé e companhia jamais ganhariam a Copa, mas no fim eles calaram a todos”, lembrou ele.

Quem acompanhou a corrente positiva foi Jorge Rodrigues do Nascimento, 61, e Maria das Graças Martins, 39. Segundo o trabalhador do ramo da Construção Civil, o Brasil está chegando a Copa com bom desempenho em campo e ainda pode evoluir mais em campo durante a competição. “Isso me deixa otimista”, declara. Já Maria não entende muito de futebol, mas garante que a seleção está bem mais empolgante do que na Copa anterior. Por isso, ela conta que está pronta para reunir a família toda para o mundial.  
 copa-do-mundo0906799

Ruas finalizam decorações para concurso da Acisa e para jogos da seleção brasileira
Nada é mais empolgante numa Copa do Mundo do que comemorar as vitórias do Brasil com a família, amigos e vizinhos. Para garantir esta festança do futebol e competir no concurso da Associação Comercial (Acisa), as ruas de Rio Branco estão preparando os detalhes finais de suas decorações. A meta é terminar até segunda-feira, 15, véspera da estréia do Brasil na Copa, deixando só alguns detalhes para o decorrer do mundial.

Por enquanto, as vias mais enfeitadas para o concurso estão nos bairros Bosque, Seis de Agosto, Floresta, Centro, Manoel Julião, Tropical e no Segundo Distrito. Entretanto, em outros lugares a moda está começando a se espalhar e as decorações estão aos poucos surgindo. Até o domingo, a cidade já deve estar repleta de verde, amarelo, azul, branco e personagens super animados bem clássicos da torcida brasileira.

Uma das ruas já bem caracterizada com o clima da Copa é a Travessa Outono, no bairro Seis de Agosto. Conforme Socorro Rocha, uma das 10 organizadoras do local, desde a metade de maio que os moradores vêm arrumando a via. Até agora, eles já montaram a decoração superior, painéis, enfeitaram casas, planejaram decoração do lugar e pintaram três muros. O restante da pintura das casas, a pintura do chão e algumas surpresas – que Socorro garante que só a rua terá – devem ser finalizadas até segunda-feira.

“Na Copa passada ficamos em 2º lugar no concurso. Neste ano, estamos mais animados para conseguir o título de grande campeão. Infelizmente, não arrecadamos patrocínios grandes (só da Casa das Bombas e do Aconchego, comércios da própria rua). Mas isso não tira nem um pouco a nossa empolgação. Vamos ter surpresas e esperamos vencer nesta Copa”, afirma Socorro. Na Travessa Outono, há 6 casas (cerca de 30 moradores). Ao todo, a rua tem os exatos 80m necessários pela Acisa para a competição.

Outra linda participante do concurso é a Rua Delmar Pirles, na Cohab do Bosque. A via já está com o seu maior destaque, a decoração superior, quase pronta. Até o final desta semana, os retoques finais nas pinturas e desenhos das casas e do chão devem ser feitos. Segundo um dos organizadores da decoração, Jorge Luis Silva da Cunha, o ‘Jacaré’, a rua começou a ser decorada há 2 semanas e meia e todo mundo do local tem participado bastante para que o lugar fique cada vez mais colorido e animado.

“Estamos conseguindo mobilizar todos os moradores e fazer com que eles dêem a sua contribuição para deixar a rua impecável. Seja com dinheiro, idéias, materiais, trabalhos  ou sugestões, as pessoas estão participando e isso é que está ajudando a formar um lugar tão bonito para a Copa. Durante os jogos do Brasil, vamos até colocar uma TV na rua e juntar as pessoas para torcermos junto pelo hexa”, comenta o Jacaré. Na via em questão, há 36 casas, com mais de 130 moradores. Para sua preparação, os moradores pretendem interditar a rua temporariamente neste final de semana.

Governo reforça policiamento para os jogos do Brasil na Copa
Para garantir a segurança dos torcedores durante os jogos do Brasil na Copa do Mundo, o Governo do Estado elaborou um sistema que prevê o reforço na realização de blitz e aumento do número de poli-ciais nas ruas durante e após as partidas. Caso haja vitória da seleção brasileira, dois trechos serão interditados para tráfego: um no Parque da Maternidade entre a Rua Marechal Deodoro e o trevo da Rua Manoel Cesário; e o outro na Gameleira, desde o monumento à bandeira até a ponte Juscelino Kubistchek. A área do Novo Mercado Velho não será interditada recebendo apenas reforço no policiamento.

O Brasil estréia na Copa do Mundo da África do Sul contra a Coreia do Norte na próxima terça-feira, 15, feriado no Acre em comemoração aos 48 anos de elevação de território a Estado. A secretária de Segurança Pública do Acre, Márcia Regina, lembra à população que evite dirigir após ingerir bebidas alcoólicas para não colocar em risco a própria vida e a vida dos torcedores que decidirem sair de casa para comemorar. “Se pretende sair para comemorar a vitória, não pegue o carro. Combine com outra pessoa para dirigir”, orienta. (Agência Acre)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation