Copa do Mundo aquece as vendas de TVs e artigos de decorações

Copa do Mundo é sinônimo de muita festa, torcida e vibração. Para isso, é preciso fazer uso da genuína criatividade brasileira e montar as decorações mais originais possíveis para comemorar as vitórias do Brasil. Em Rio Branco, as lojas de decorações, adornos e enfeites apostaram tudo no verde e amarelo e colocaram à venda uma infinidade de produtos típicos, que vão desde bandeiras até perucas, buzinas, camisas e cartolas.
Copa1
Seja em grandes quantidades (enfeitar ruas, comér-cios e grandes eventos) ou em pequenas (decorar casas), as lojas de Rio Branco se muniram de muitas novidades, um acervo completo para deixar qualquer torcedor satisfeito. E tudo a preços que cabem no bolso de qualquer um, com variações que vão desde R$ 0,50 até a mais de R$ 50,00.

Segundo o proprietário da loja (ou armarinho) Badate festas, João Batista, desde o final do ano passado (quando o Brasil se classificou para o mun-dial) as pesquisas de preços entre as indústrias e distribuidoras de enfeites começaram a ser feitas. Em março, os produtos chegaram e logo foram disponibilizados para a venda. A partir daí, o local consolidou o seu melhor momento no ano e só manteve a grande ornamentação com os produtos bem distribuídos nas prateleiras e a qualidade no bom atendimento.

“Aqui, encontra-se de tudo, desde itens para festinhas de crianças até enfeites para toda a rua e comércios em geral. Inclusive, fizemos até pedidos personalizados que servem tanto para a Copa, quanto para as festas juninas. O nosso objetivo é satisfazer o gosto exigente de todos os nossos clientes e zerar o grande estoque de produtos da loja”, conta.

Copa2
Outro fator preponderante para consolidar as vendas no Badate é a acessibilidade de preços: R$ 0,50 o metro de plástico e bandeiras de 40/40cm; R$ 3,00 a 20,00 as buzinas de ar comprimido; R$ 2,00 a 15,00 as cornetas, perucas, gravatas, tiaras e marretas; R$ 7,50 para as capas de cerveja (novidade); R$ 12,00 as bandeiras de pano 80cm/1m; R$ 22,00 o pacote de tiras cortadas (ótimo para ruas); entre outros.
Outra loja que aproveita o momento para faturar nas vendas de enfeites é a Casa Natal. A loja, em si, construiu a sua fama de 60 anos no mercado acreano em cima da venda de tecidos. Com a vinda do clima da Copa, porém, não há aposta maior do que os adornos verdes e amarelos que lotam todos os cantos de exposição do local.

Segundo Wellington Gomes, vendedor, há 2 meses que a loja passou da especialidade da venda de tecidos para a de enfeites do mundial. Neste mês, conta ele, as vendas superaram qualquer expectativa que havia sido planejada anteriormente e devem mais do que triplicar o volume do estabelecimento. “Esta é uma tendência que está crescendo bastante no mercado e deve crescer ainda mais agora, com a proximidade da Copa e com a abertura do concurso de ruas da Associação Comercial”, ressalta ele.

A exemplo do Badate Festas, os preços da Casa Natal também tornam os produtos irresistíveis ao fanático torcedor acreano. Alguns deles são: R$ 2 a 5 as bandeiras de plástico (1/1m); R$ 1,99 o metro dos plásticos personalizados; R$ 15 a 20 as perucas; R$ 13 a 20 os chapéus/cartolas; R$ 3 a 7 os marabus; R$ 9,50 as toalhas; R$ 4 a 5 as cornetas; a partir de R$ 15 as camisetas do Brasil e R$ 10 as bandeirinhas de carros.

Copa3
Vendas de televisões registram alta progressiva de 25% desde o mês de abril

Assistir aos jogos do Brasil com a família é uma experiência indescritível. Atentos a isso, os torcedores pentacampeões mais vibrantes do mundo já se deram conta de que a Copa requer uma televisão moderna, com alta tecnologia, som surreal, imagem grande e de boa qualidade. Assim, as lojas de eletrodomésticos estão faturando com o crescimento progressivo de 25% que os aparelhos de TVs vêm tendo desde o final de abril.

Enquanto seguia (e ainda segue) a busca do brasileiro pela nova TV, as fabricantes aproveitaram o fator positivo no mercado e investiram na produção de aparelhos com novos modelos, várias inovações tecnológicas e comodidade ao telespectador. Já as lojas aproveitam estas novidades de produtos para investir na oferta de várias marcas, modelos, tamanhos, promoções e, acima de tudo, nas facilidades de pagamento.

De acordo com Luiz Carlos González, gerente da Loja Romeira da Avenida Brasil de Rio Branco, as vendas começaram a crescer desde a segunda metade de abril, num ritmo semelhante ao de 25% registrado pelo mercado. Na loja, o preço das televisões varia de 899,00 (LCD de 24’) até 2.599,00 (LCD de 42’). Além das várias opções de aparelhos, a grande novidade na loja são as facilidades na forma de pagamento.

“Desde abril viemos nos preparando para oferecer aos nossos clientes muitas televisões com qualidade. Daí, percebemos que o acreano exige também boas relações de preços e de condições de pagamento. Por isso, começamos com uma promoção de 6x no cartão e hoje a estendemos para até 10x para diversos produtos. Ou seja, é quase impossível para um trabalhador deixar de comprar sua TV nova por falta de condições”, disse Carlos.

Outra loja animada com a Copa é a City Lar. Segundo o gerente Ailton Castro, também desde o final de abril o fluxo de vendas na loja tem crescido cerca de 20 a 30% por conta das televisões, uma média às vezes até superior ao nível de mercado. A loja também trabalha com várias marcas, tamanhos e modelos. De preços, os aparelhos mais visados custam de 1.200 (LCD de 32’) até mais de 3 mil reais (LCD de 47’).

Para finalizar, o Ailton Castro destacou que a loja está pronta para atender aos anseios do consumidor com produtos de alta tecnologia/qualidade e formas de pagamento que podem ser divididas em várias vezes no cartão e que estipulam prazos de pagamento até outubro.

LEDs ainda estão em baixa – Grande aposta do mercado nacional, a nova geração de TVs no formato LED ainda estão em baixa nas lojas de Rio Branco. Quase que de maneira unânime, a preferência pelos modelos LCDs tem sido massiva. Isso porque as LCDs agregam boa qualidade e são quase R$ 2 mil mais baratas (na Romeira e na City Lar os preços das LEDs estão na faixa de R$ 4 a 6 mil). As vantagens das LEDs sobre as demais são: maior durabilidade, qualidade de som e imagem, mais leves e mais finas, mais ecológicas (consome menos energia) e interagem com outras mídias (internet).

Assuntos desta notícia


Join the Conversation