Mais de 100 homens vão garantir segurança no Carnavale

Mais de 100 homens vão garantir a segurança do público que for prestigiar o Carnavale neste final de semana, em Brasiléia, distante 240km da Capital. O carnaval fora de época terá duração de três dias – 2, 3 e 4 de julho – e encerra as comemorações em torno do centenário do município.
Carnavale
Em coletiva a imprensa, realizada na manhã de ontem, a secretária de Segurança Pública, Márcia Regina, anunciou que o reforço no policiamento incluirá não apenas Brasiléia, mas também todos os municípios vizinhos e na fronteira com a Bolívia.

A operação de segurança envolverá as polícias Civil, Militar, Federal e Rodoviária Federal. A atuação dos delegados, contratados no ano passado para as cidades do Baixo Acre, e dos alunos soldados da PM darão uma tranqüilidade maior ao evento. A PRF garante que as condições de trafegabilidade da BR-317 são excelentes.

A prefeita de Brasiléia, Leila Galvão, também esteve presente a coletiva. Segundo ela, essa é a 11ª edição do Carnavale, que ao longo dos anos têm demonstrado uma boa aceitação do público. Durante a festa, a cidade recebe visitantes não apenas do Acre, mas de outros estados e até do exterior, no caso os vizinhos bolivianos.

No ano passado, o público foi de 30 mil, a expectativa é que esse número aumente um pouco mais esse ano, principalmente em virtude do grande número de estudantes brasileiros que estudam medicina em Cobija, na fronteira com Brasiléia.

O palco do Carnavale 2010 foi instalado na praça central do município. Estão confirmadas apresentações das bandas baianas Vixe Mainha, com a cantora Gilmelândia, e Voadois; a banda Estação do Trem, de Porto Velho e os acreanos do Arregaçaê, Sandra Melo e Álamo Kário e Banda. O público terá ainda a sua disposição praça de alimentação e barracas de artesanato.

História de Brasiléia  – Brasília, como era chamada Brasiléia, sede do município de mesmo nome, foi fundada em 3 de julho de 1910, nas terras dos índios Catianas e Maitenecas, no Seringal Carmem, quando o Acre já era território do Brasil.

A região também foi ponto importante para que Plácido de Castro, como comandante das tropas acreanas, pudesse montar, no Alto Acre, bases militares quando da luta contra o Exército da Bolívia na questão do Acre, no ano de 1902.

Pelo Decreto Nº 9.831, de 23 de outubro de 1912, do presidente Hermes da Fonseca, Xapuri tornou-se município e Brasília sua comarca. No mesmo ano de 1912, Brasília foi elevada a categoria de vila, passando a ser considerada cidade em 1938.

O presidente Getúlio Dorneles Vargas, através do Decreto – Lei nº 968, de 21 de dezembro de 1938 criou o município de Brasília. Somente em 4 de janeiro de 1939 é que a prefeitura foi instalada. Pelo Decreto – Lei nº 6.163, de 31 de dezembro de 1943, Brasília passou a chamar-se Brasiléia, nome que continua até nossos dias.

 

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation