Para impulsionar negócios, Sebrae quer inovação como carro-chefe das empresas

Inovação. Uma palavra pequena, porém de grande valia para quem deseja se manter e crescer em um mercado cada vez mais competitivo. Para que o conceito da inovação esteja cada vez mais dentro das empresas acreanas, o Sebrae-AC (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) lançou ontem o Projeto Ali (Agentes Locais de Inovação).

A turma inicial conta com 15 profissionais que vão ter como tarefa ajudar os empreendedores a conhecer e colocar em prática programas tecnológicos que venham a incrementar os negócios. “As empresas que inovam constantemente têm mais lucros que os concorrentes”, diz Orlando Sabino, superintendente do Sebrae. Ao invés de ter que ir até a sede da entidade, agora os empresários vão receber a visita dos agentes.

Os trabalhos vão levar em conta as características peculia-res de cada empreendimento, para que, assim, se possa executar trabalhos inovadores de acordo com a necessidade. O agente será responsável pela implementação, avaliação e acompanhamento dos resultados. Eles passaram por um período de capacitação de cinco semanas.

Cleonilton Filho é um dos agentes. Segundo ele, foi necessária muita dedicação para chegar ao final do curso. Nele conheceram um dos nomes da inovação tecnológica: Steve Jobs, o fundador da Apple – empresa mundialmente famosa por criar aparelhos símbolos da era atual.

No Estado, o Ali contará com a atuação da Funtac (Fundação de Tecnologia do Acre), a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) e outras instituições de pesquisa.

Para Orlando Sabino, muitos dos projetos e programas de inovação desenvolvidos não chegam ao conhecimento da grande maioria dos empreendedores. De acordo com ele, o objetivo do Ali é ampliar o acesso dos empresários a estes produtos, servindo como ponte entre eles e os institutos de pesquisa. “É preciso criar a cultura da inovação nas empresas acreanas”, defende Sabino.    

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation