Rio Acre fica a 1,22 metro abaixo da média esperada para o mês de junho

O Rio Acre é realmente marcado por altos e baixos. Após atingir quase 16 m no último inverno, o nível do rio caiu rapidamente desde maio e agora já apresenta uma média de 3,45 m para este mês, ficando a 86 centímetros do volume esperado para junho (4,41m). Na manhã Ontem, a régua marcava 3,19 m, ou seja, 1,22m abaixo do normal.

Outra preocupação é o baixo (quase nulo) volume de chuvas deste mês. Enquanto nos chamados ‘meses de inverno’ tal marca é de quase 300 mm, nestes primeiros 15 dias de junho o valor é de apenas 12,4 mm (10,9 no dia 1º e 1,4 no último final de semana). Se continuar assim, julho, agosto e setembro devem ser meses bem secos para o Rio Acre.  

Apesar do esvaimento repentino, a Coordenação Esta-dual de Defesa Civil garante que a atual situação é completamente normal. Conforme cel. João de Jesus Oliveira, secretário geral da Cedec/AC, o rio deve se manter estável entre 3 a 3,5 m durante este mês, não gerando danos maiores à população de Rio Branco.

Pelo quadro já estar previsto, o coronel conta que os serviços dependentes (agricultura, captação de água) anteciparam a seca e fizeram as suas contra-medidas para se segurar durante o verão. “A cidade tomou ciência antes e elaborou seu plano emergencial, que fez com que órgãos como o Deas e o Saerb comprassem bombas e coletassem um bom estoque. Eu creio que não vai faltar água neste verão”, completou o coronel.

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation