Universitários e docentes da Ufac-Juruá avaliam como ‘histórica’ viagem ao Peru

Grupo de estudantes e professores da Ufac diz que conhecer parte da geografia, cultura e culinária de outro país, já é uma experiência histórica para a instituição de ensino.

Terminou domingo (6), a agenda de compromissos que a Caravana Estudantil Universitária da Universidade Federal do Acre (Ufac), estava cumprindo no Peru desde a última segunda-feira, 31 de maio. O grupo composto por 115 pessoas, entre alunos e professores participou de atividades em 5 universidades de 4 cidades peruanas. A última instituição a receber a visita da caravana brasileira foi a Universidade Nacional Mayor de San Marcos, a mais antiga da América localizada em Lima, capital peruana, com quem a Ufac já desenvolve pesquisas. Os estudantes acreanos ficaram fascinados com a arquitetura histórica do prédio e puderam conhecer a estrutura do campus.

Ainda em Lima, o grupo visitou laboratórios e participou de mesas de trabalho com docentes e estudantes da Universidade Agrária La Molina. Foram os primeiros contatos entre as duas instituições, que podem resultar na assinatura de um convênio ainda este ano, para desenvolvimento de pesquisas e intercâmbio para graduação e pós-graduação de estudantes e professores. “É uma universidade que tem ajudado muito no desenvolvimento do Peru, principalmente na área de agronomia, agroflorestal, zootecnia e engenharia dos alimentos, que muito nos interessam”, afirma Pascoal Muniz, vice-reitor da Ufac.

A excursão da caravana ao Peru resultou na abertura de oito vagas no curso de medicina, na Universidade Nacional de Uacayali (Unu) em Pucalpa e abertura de vagas para o intercâmbio de alunos e professores com a Ufac, além de propostas que podem se concretizar no campo de pesquisas. Documentos que se configuram como cartas de intenções, também foram assinados com as universidades Nacional Agrária de La Selva em Tingo María e Universidade Nacional Hemílio Valdizán em Huánuco, próximo à Cordilheira dos Andes.   

O vice-reitor da Ufac, Pascoal Muniz, agradeceu o apoio do Governo do Estado e da Assembléia Legislativa do Acre. “O exemplo da Assembléia Legislativa na pessoa do deputado Edvaldo Magalhães deve ser seguido por outras instituições, para avançarmos nos conhecimentos e desenvolvimentos de pesquisas que podem contribuir não só para o nosso Estado, mas para toda Amazônia”, completa Pascoal. (Assessoria)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation