Outro acreano é preso com 5,6 quilos de crack em Natal

Agentes da Polícia Federal do Estado do Rio Grande do Norte prenderam na tarde da última quarta-feira, 9, um acrea-no de 30 anos, auxiliar de serviços gerais e que tem passagem pela polícia por crimes de roubo de gado e tráfico de entorpecentes.
Crack

O acreano foi preso no bairro de Santos Reis, zona leste da cidade de Natal, após funcionários dos Correios terem acionado a Polícia Federal, informando ter percebido algo estranho numa encomenda oriunda da cidade de Brasiléia, que mesmo lacrada exalava cheiro de “óleo queimado”.

Imediatamente, agentes da PF de Natal se deslocaram para o prédio dos Correios e, após identificarem o destinatário, descobriram que o mesmo possuía passagens pela polícia por tráfico e roubo de gado.

Diante da descoberta de antecedentes criminais da pessoa que recebia a encomenda, os agentes acompanharam a entrega da encomenda. No exato momento em que o suspeito recebeu das mãos do funcionário dos Correios o pacote e conferiu ser ele mesmo o destinatário, os federais fizeram abordagem e deram voz de prisão.

Dentro do pacote em formato de “panela”, os agentes da Polícia Federal encontraram enroladas em fitas plásticas e envolvida em uma camada externa de graxa a quantidade de 5,6 kg de crack.

Encaminhado à Delegacia de Repreensão a Entorpecentes (DRE) da Polícia Federal, o acreano, que não teve o nome divulgado pela polícia, confessou que estava residindo naquela cidade por certo período temporário, com a única finalidade de receber a droga enviada por um suposto boliviano e que pretendia vendê-la na capital Potiguar.

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation