FHC é chamado para reunião do DEM que discute impasse sobre vice de Serra

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) foi chamado nesta terça-feira para participar da reunião com o comando do DEM, que discute uma solução para o impasse em torno do nome do vice na chapa do tucano José Serra ao Planalto.

O DEM ficou insatisfeito com o papel de coadjuvante que lhe foi imposto, já que PSDB escolheu um vice tucano, o senador Álvaro Dias (PR), em detrimento de um democrata. FHC participará do encontro acompanhado do presidente do PSDB, Sérgio Guerra, e do candidato ao Senado Aloysio Nunes Ferreira (PSDB).

Como FHC estava em viagem ao exterior, ele ainda está se interando da situação para a reunião, que ocorre na véspera da convenção nacional do DEM. O ex-presidente acredita numa solução para o impasse, embora ainda não tenha uma engenharia para o caso.

Segundo a coluna de Mônica Bergamo, FHC confidenciou a um interlocutor de sua mais absoluta confiança recentemente que tem sérias dúvidas sobre a possibilidade de Serra vencer a eleição presidencial.

Correndo contra o tempo
Hoje, o ex-senador Jorge Bornhausen (DEM-SC) disse que espera uma proposta para solucionar o problema. “Estamos correndo contra o tempo em busca de uma porta de saída.”

Integrante da coordenação da campanha, o senador Cícero Lucena (PSDB-PB) afirmou que seu partido está aberto ao diálogo. “Todos estão buscando o objetivo maior, a preservação da campanha de Serra.”

A convenção do DEM, marcada para esta quarta-feira, servirá para definir se haverá ou não coligação formal com o PSDB em torno do tucano.
Ontem, Serra afirmou que a polêmica sobre a escolha de seu vice é “normal” e que ela será resolvida nos próximos dias.

“Nós vamos ter um bom entendimento ainda. É normal em política que, em certas situações, apareçam algumas dificuldades”, afirmou.
Serra disse que não haverá problema na sua aliança. “Vamos ter uma boa solução.” (Folha.com)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation