Gladson quer aeroporto funcionando em tempo integral

aeroporto_de_CZS_1

O deputado Gladson Cameli (PP) solicitou ao Ministério da Defesa, através de Indicação Parlamentar, que o Aeroporto Internacional de Cruzeiro do Sul passe a operar no chamado Sistema AH 24. Este sistema permite que o aeroporto funcione 24 horas sem interrupção, o que viria a facilitar enormemente o sistema de pousos e decolagens. 

 Atualmente, o aeroporto funciona de 700hs às 18:00hs, operando  ainda excepcionalmente das 0:00h às 4:00hs para pouso e decolagem do vôo da Trip procedente de Rio Branco.”Vai ser um grande alívio para a população que habita a 2° maior cidade acreana  saber que pode contar com um aeroporto que funciona em tempo integral”, disse o deputado.

De acordo com informações do parlamentar, o aeroporto, o mais ocidental do Brasil, foi inaugurado em 1970. Em 1976 a Prefeitura Municipal construiu a infraestrutura aeroportuária.Em 1994 foi reformada a pista de pouso e descolagens.Em 2009 ,o novo terminal de passageiros foi concluído com projeto arquitetônico que valoriza a cultura amazônica , lembrando uma habitação indígena. Foi concebido dentro dos mais modernos conceitos de equipamentos e facilidades aeroportuárias. O aeroporto opera vôos regionais e nacionais e tem capacidade para receber aviões de grande porte como o Boeing 737. Ainda recentemente, segundo o deputado, retomou o alfandegamento para recebimentos de vôos internacionais.

Para o parlamentar acreano, o aeroporto tem uma localização e função estratégica, já que além de Cruzeiro, o aeroporto serve ainda os municípios de Rodrigues Alves, Mâncio Lima e Guajará, no Amazonas. ”Por isto, seu funcionamento em tempo integral é fundamental”. O deputado lembrou também que a mudança de fuso alterou indiretamente e limitou  o horário de funcionamento do aeroporto, já que com a diminuição de 1 hora passou a anoitecer mais cedo.Gladson destacou também  que a chamada operação full time(tempo integral) vai exigir ainda um maior contingente de funcionários aeroportuários para garantir os serviços de terra.”Por isto mesmo a Infraero deverá destacar um maior número de servidores para garantir os serviços de terra”.

O aeroporto de Cruzeiro do Sul, conforme o deputado, tem uma importância sócio-econômica   ainda maior já que garante a ligação rápida e ininterrupta do vale Juruá com o resta do Estado e do país. “É  a única ligação permanente ,já que a BR 364 só dá tráfego durante os meses de estiagem e ainda não recebeu asfalto em toda sua extensão.Por outro lado,o rio Juruá depende também da época de cheia para receber navios de maior calado para transporte de passageiros e carga”. Em 2009, o aeroporto movimentou 87.240 passageiros, 417.683 toneladas de carga e recebeu 4.963 aeronaves. ”Com tamanha importância econômica e movimentação o aeroporto merece ter um funcionamento em tempo integral”,completou Gladson. (Assessoria)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation