N. Lima: “Rodrigo Pinto se acaba politicamente se desistir”

O presidente do DEM no Acre, deputado N. Lima, fez um discurso veemente da tribuna da Aleac em defesa da candidatura de Rodrigo Pinto (PMDB). Apesar do seu partido fazer parte da coligação de partidos capitaneada pelo PSDB, N. Lima, acha que a candidatura majoritária peemedebista é fundamental para o processo democrático do estado. “Tenho certeza que a população acredita que com a candidatura de Rodrigo Pinto nós da oposição temos a chance de irmos para o segundo turno. Numa campanha com a ajuda do PMDB nós temos condições reais de bater a candidatura do Tião Viana (PT). Por isso, somos contra a retirada da candidatura. E graças a Deus estamos ouvindo do Rodrigo que só quem retira a sua candidatura é o mesmo colegiado que o indicou. Ele não abre mão da sua condição de candidato. Mesmo porque se ele fizer isso acaba com sua carreira política”, salientou.

Exemplo paterno – N. Lima não se furtou de comparar o vereador com o seu pai, Edmundo Pinto. “Tenho certeza que o Rodrigo vai fazer o mesmo caminho do pai dele. Edmundo Pinto insistiu tanto para ser vereador durante quatro eleições e acabou conseguindo. Mostrou persistência e caráter em acreditar naquilo que queria. Tenho a certeza que o Rodrigo tem as mesmas qualidades do pai e não vai deixar que especulações e pessoas sem compromisso com o nosso Estado tirem a candidatura dele que seria prejudicial a do Bocalom (PSDB). Também o PMDB sairia desgastado do processo”, apregoou.

Auxílio do DEM – O presidente dos democratas chegou a oferecer a ajuda do seu partido para manter Rodrigo Pinto na disputa. “Nós podemos ajudar indo à Brasília para defender a sua candidatura como fizemos com o Bocalom. Se vier de Brasília a ordem ficará tudo como está. Poderemos mostrar a realidade dos fatos do que está acontecendo no Acre. Tenho certeza que o pessoal do PMDB vai nos acolher como fomos acolhidos pelos tucanos. Por isso, digo para o Rodrigo que é muito importante essa candidatura. Nós perderíamos muitos na oposição. Tivemos uma reunião e decidiram apoiar a vinda do PMDB para o grupo de oposições liderados pelo PSDB. Mas o DEM é contra. Porque não acreditamos na retirada do Rodrigo. Estamos a disposição para ajudar o PMDB e o Rodrigo Pinto no que precisarem”, finalizou.

 

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation