Petecão quer informações sobre ramais e pontes

De Brasília, onde aguarda a votação de projetos importantes como a PEC 300 dos militares e o Projeto Banda Larga para escolas públicas, o deputado Sérgio Petecão (PMN) solicitou através de oficio informações ao Deracre acerca da situação dos ramais acreanos e das pontes já entregues e em construção. No documento, o parlamentar acreano argumenta primeiramente que com a chegada do verão, o Deracre precisa levar a conhecimento público seu cronograma de operações para a reabertura de ramais , construção e manutenção das estradas vicinais e pontes.”É a hora de trabalhar para concertar o que o inverno provocou”,disse o deputado.

O deputado lembrou que o ramal no Acre tem um papel primordial para assegurar o deslocamento da população e sobretudo para facilitar o tráfego de mercadorias.Para parlamentar, assim como as estradas vicinais, os ramais são as veias que fazem circular pessoas e riquezas em todo o Estado.”O Governo do Estado precisa agir rápido para aproveitar o tempo curto do verão. Caso contrário, o próximo inverno promete fazer estragos muito maiores”. O deputado se referiu especificamente aos municípios mais distantes e que,tradicionalmente,correm maior risco de isolamento.”O pior é que com o isolamento vem à carestia geral, principalmente de alimentos e a dificuldade de transporte para outros municípios”.

Em seguida, o deputado acreano indaga no documento sobre as ações do Governo acerca da reconstrução da ponte sobre o Rio Caeté, no município de Sena Madureira. A ponte, entregue recentemente pelo Governo estadual,apresentou defeitos estruturais e foi interditada para uso, causando enormes prejuízos e embaraços para a população das redondezas.No ofício, Petecão solicita informações sobre o montante de recursos federais empregados na construção da ponte, as causas que levaram à interdição e a responsabilidade da construtora encarregada da obra.”É evidente que alguém tem que se responsabilizar e corrigir o defeito cometido,sem prejuízos para os cofres públicos”.

Petecão enfatizou ,finalmente,  que ramais e pontes para a população acreana,”muitas vezes significa a própria sobrevivência no meio rural e um mínimo de qualidade de vida”. O deputado lembrou que,desde sua posse em Brasília, recebe em seu gabinete uma série de pedidos e reclamações sobre ramais e pontes , de agricultores a pessoas ligadas diretamente a terra e que dependem de ramais, estradas e pontes para continuar a vida e garantir i próprio sustento.”Para nós, do Acre, o verão é considerado o nosso maior engenheiro,que precisa agir o quanto antes para aproveitar o máximo possível o tempo de estiagem”. (Assessoria)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation