União da Juventude Socialista realiza congresso em Rio Branco

aricadaxoo
Encontro reuniu milhares de participantes no último sábado no auditório do Humberto Soares

A União da Juventude Socialista (UJS) realizou no último sábado, no auditório do Colégio Humberto Soares, o seu 15º Congresso Municipal, finalizando as campanhas: “Se Liga 16” – voltada para incentivar os jovens a tirarem seu título de eleitor – e o recadastramento e filiações de novos militantes. A meta totaliza dois mil filiados.

Os coordenadores garantem que nos seus 25 anos, a UJS demonstrou amadurecimento político e visão crítica para atuar em diversos segmentos juvenis, sendo uma entidade de grandes nomes e ao mesmo tempo, um amplo espaço de construção da cultura e identidade juvenil.

O secretário Estadual de Organização, Francisco Rafael, lembra que o 15º Congresso serviu para a reafirmação da bandeira da unidade do socialismo e a defesa da soberania do Brasil, além do estímulo ao desenvolvimento sustentável da cidade.

“Em nossa capital a UJS definiu junto de seus militantes uma ampla jornada de lutas para o biênio 2010/2012, fortalecendo a participação no movimento estudantil secundarista e universitário nos segmentos de cultura, meio ambiente, jovens mulheres, LGBT e empoderamento juvenil através de P.P.J’s”, explica.

O 15º Congresso contou com a participação de 300 jovens, militantes e filiados, além de convidados especiais, como o secretário municipal de Articulação Política, Márcio Batista, a Vereadora Ariane Cadaxo, Fátima Nobre – representante da União Brasileira de Mulheres (UBM) – e o professor Sâmio Maia, além da direção da executiva Estadual.

Durante seu discurso, a vereadora Ariane Cadaxo afirmou que a juventude tem que ser sempre protagonista nas lutas sociais. Segundo ela, os jovens representam o “agora” e o “amanhã”. “É gratificante ver hoje jovens juntos pensando na construção de uma sociedade mais justa. Isto me impulsiona a estar sempre lutando com eles pelas causas alencadas nesse 15º Congresso”.

Entre as propostas em discussão a serem levadas ao Congresso Nacional, segundo Ariane Cadaxo, estão temas como, a sexualidade, os direitos humanos e formação de opinião, entre outros.  (Assessoria)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation