Política local 01/07/2010

“Melancia só sabe se presta depois de ser aberta e o político após ser eleito”.

Do livro “Frases Famosas” da política.

Zero Chance
O PSC fechou apoio à candidatura de Dilma Roussef (PT). Conversei ontem por telefone com o deputado federal Silas Câmara (PSC), que detém o domínio do partido, no Acre, e perguntei se isso implicaria em tirar o PSC da oposição e levar para a FPA. Foi curto e grosso na resposta: “é zero a chance de uma coligação com o PT, não vamos apoiar quem sempre nos escorraçou”.

Fato estranho
O candidato a deputado do PSC, Márcio Ribeiro, mandou ontem e-mail  à presidente do PPS, Idalina Onofre, perguntando “com que propósito” ela mandou seu nome ao TRE como filiado.

Golpe político
Segundo Márcio, isso cheira a “golpe político”, já que nunca foi filiado ao PPS, no Acre, não participou de uma reunião do partido, jamais assinou documento, para aparecer como filiado.

Vão nessa!
É equívoco o pessoal da FPA pensar que o prefeito Wagner Sales (PMDB) não terá peso nesta eleição, em Cruzeiro do Sul. É o mesmo erro de avaliação que fizeram na eleição municipal.

Não é a Zilá!
Na eleição para prefeito davam como certo que o Zinho, candidato a prefeito da FPA, bateria o Wagner nas urnas: levou uma trolha. O Wagner está no poder e não é a Zila Bezerra, atentem!

Mera figuração
O presidente do PT, Leonardo Brito, se afastou ontem do cargo para disputar uma vaga de deputado federal. Brito está na cota dos candidatos que entram para fazer mera figuração.

Marqueteiro tucano
A direção nacional do PSDB mandou um marqueteiro do seu staff para fazer as campanhas majoritárias da coligação tucana. É bom não confundirem marqueteiro com santo milagreiro.

Não consegui
O que a coluna previu aconteceu, o deputado Gilberto Diniz (PTdoB) não demoveu a ex-prefeita Toinha Vieira (PSDB) de ser candidata a deputada estadual, o que o atinge de cheio.

Campanha bancada
Toinha Vieira tem a promessa do candidato a deputado federal, Márcio Bittar (PSDB), que bancará financeiramente toda a sua campanha, numa troca de apoio.

Caminho certo
O ex-secretário de Finanças, Geraldo Pereira, está no caminho certo de ir para o corpo a corpo, já que ocupava na PMRB um dos cargos mais antipáticos em toda administração pública.

Só cobra criada
A atual campanha do candidato a deputado federal Júnior Betão (PR) está tímida, e naquela chapa da FPA, onde a cobra menos venenosa é a cascavel, se não entrar de sola vai perder.

 Não brinquem
Os candidatos da aliança PRP-PV-PTB atentem para esse nome: Tamir de Sá, ex-prefeito de Santa Rosa, com voto também em Manuel Urbano e Sena Madureira, tende ser bem votado.

Agora encontrou
O advogado André Hassem (PTC) amarrou o burro num espinheiro ao fechar apoio ao Roberto da Princesinha (PSDC) para deputado estadual, em Epitaciolândia, onde não é conhecido.

Correção feita
Chega e-mail de Feijó pedindo uma correção: a prefeitura de Feijó paga R$ 10.500 a um médico, e não R$ 4.500 como deu a coluna, sendo por isso que lá não falta profissional.

Muito simples
Os médicos formados em Cuba e na Bolívia ao invés de ficarem se lamentando na imprensa deveriam estudar com afinco para passar nas provas de revalidação de diplomas e pronto.

Pé na estrada
O deputado Walter Prado (PDT) não dorme no mandato: ontem, estava na BR fazendo campanha. Prado é um dos atuais parlamentares com boa chance de uma reeleição.

Não é fácil
Na avaliação do experiente deputado Chagas Romão (PMDB), a chapa do seu partido está muito forte, e prevê a eleição de dois parlamentares com chance de um terceiro.

Não menosprezem
É bom não menosprezarem o candidato a deputado estadual Rabelo Goes (PMDB) na disputa das vagas, porque nesta eleição está com uma campanha muito bem organizada.

Na pendura
O ex-prefeito de Rodrigues Alves, o Deda (PP), se não conseguir registrar a sua candidatura não vai ficar no espaço, pois poderá lançar sua mulher, deputada Maria Antonia, à reeleição.

Situação diferente
Numa situação diferente está a deputada Zinha (PR), que não poderá lançar o marido e ex-prefeito de Senador Guiomard, o “Maresia”, já que ambos foram penalizados no TJ.

Não abrem mão
Ninguém entende a família Areal. O médico Alan Areal (PSB) bateu no peito e garante que será ele o candidato a deputado estadual do grupo, e não a Leuda Areal, mulher de Nílson Areal.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation