Política local 10/07/2010

“Pelas minhas andanças, não tenho mais dúvida que o Tião Viana vence no primeiro turno”.

Vereador Astério Moreira (PRP), candidato a deputado estadual.

Prioridade máxima
Conversei ontem com uma importante figura do PT sobre a disputa da segunda vaga do Senado. Na sua avaliação tudo caminha dentro do planejado e explicou: “com as candidaturas de Jorge Viana ao Senado e Tião Viana ao governo consolidadas, vamos daqui para frente nos dedicar quase que exclusivamente à briga pela segunda vaga do Senado”. Previu que “até o próximo mês, Edvaldo Magalhães está no jogo”.

Saiu no prejuízo
A FPA saiu no prejuízo na primeira lista sobre pedidos de impugnações do MPF de registros de candidaturas: os oito nomes divulgados são de candidatos a deputado da coligação.

Listão no forno
Até o fechamento da coluna não tinha saído a nova lista de impugnações do MPF de registros de candidaturas, o que será inevitável ocorrer, tal é o número de pendurados no projeto “Ficha Limpa”.

Pesquisa na rua
O PMDB se prepara para jogar uma pesquisa na rua nos principais municípios para ter um panorama da situação de cada uma das candidaturas majoritárias neste início de campanha.

Sem surpresa
O dirigente que me passou a informação, entretanto, se mostrou cético de que o favoritismo inicial da candidatura do senador Tião Viana (PT) ao governo  tenha sido revertido.

Corrigindo o erro
Os cem mini-gravadores que estão sendo adquiridos, aqui noticiado, não tem como comprador o MPF, mas sim o MPE. Fica assim feita a correção da notícia.

Compra de votos
Se a Justiça Eleitoral quiser de fato flagrar os compradores de votos via “listas” montadas nos bairros, é só monitorar algumas figuras carimbadas do movimento comunitário.

 Tranquilo e calmo
O ex-deputado José Bestene (PP) se dizia ontem “tranqüilo” esperando ser notificado para apresentar defesa à sua impugnação junto ao TRE, e negava a retirada de sua candidatura.

Certidões completas
Bestene esclareceu que o fato de seu nome estar no TCU diz respeito a uma representação do TCE, mas que a própria Procuradoria do TCE pediu o arquivamente, tendo certidão a respeito.

Fora de cogitação
Garantiu que continua candidato e está fora de cogitação desistir para lançar o sobrinho e vereador Alisson Bestene (PP) a deputado estadual na sua vaga.

Também tranquilo
Quem também se mostrou tranquilo foi o ex-prefeito de Marechal Thaumaturgo, Itamar de Sá (PT) que garante ter certidões que vão permitir no TRE a liberação de sua candidatura à Aleac.

Prazo recursal
A partir da próxima terça-feira os candidatos terão o prazo de cinco dias para apresentar suas defesas contra as impugnações de seus registros junto ao TRE, para análise dos juízes.

Reflexos diretos
O certo é que se confirmadas as impunações haverá uma boa mexida nas chapas.

Pesado e medido
O grupo Articulação, do PT, chega a informação, convidou gentilmente o desgastado ex-prefeito do Bujari, Michel, a deixar a campanha do Sibá Machado (PT) a deputado federal.

Chateado e magoado
Consta que ontem Michel ligou para amigos profundamente magoado com o episódio.

Disputa boa
Falando em Sibá Machado (PT), este trava uma guerra particular com o deputado federal Fernando Melo (PT) pela hegemonia dos votos na zona rural para a Câmara Federal.

Grande diferencial
Fernando Melo tem vantagem por ter levado ajuda concreta aos trabalhadores rurais, como os mini-tratores distribuidos à comunidade, enquanto Sibá está mais  na base do gogó.

Apostando errado
Tem gente importante da FPA apostando errado que os candidatos apoiados pelo prefeito de Cruzeiro do Sul, Wagner Sales (PMDB) terão uma “ninharia” de votos por estar “desgastado”.

Situações difentes
Wagner Sales pode até estar desgastado com os ricaços de Cruzeiro do Sul, mas isso é não é importante, porque essa turma nunca votou nele, mas continua bem entre os desfavorecidos.

 Férias antecipadas
Os deputados estaduais já anteciparam o recesso parlmentar. Devem votar um projetinho na próxima semana e, a partir daí, quem quiser encontrar um deles que não procure na Alec.

Primeira fase
Ainda não há a impugnação definitiva dos registros dos candidatos vetados pelo “Ficha Limpa”. O que aconteceu até aqui foi um pedido feito ao TRE/AC pelo Ministério Público Eleitoral. A partir da próxima semana, os atingidos terão direito a apresentar defesa. Em seguida, cada caso será analisado por um juiz. Em suma vão ter uma trabalheira danada para terem suas candidaturas liberadas. Pior ainda aos que não consguirem no TRE/AC, terão que ir ao TSE.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation