Política local 18/07/2010

“A Assembléia Legislativa não está realizando nem sessão espírita”.

Deputada Idalina Onofre (PPS), protestando contra a falta de sessões.

Mandi na malhadeira
Em conversa esta semana com o senador Tião Viana (PT), este se mostrou otimista quanto ao Juruá, onde as pesquisas de consumo interno o colocam bem na frente do adversário tucano. Devem embalar ainda mais sua candidatura em Cruzeiro do Sul, obras de peso como a ponte sobre o Rio Juruá e a inauguração do estádio de futebol, uma replíca do “Arena da Floresta”.

Esperando os debates
Me disse ele estar pronto para os debates com o candidato tucano Tião Bocalom (PSDB), inclusive, para discutir o carro-chefe do programa do adversário, que é a “produção”. 

Acabando o tabu
A se confirmar a tendência será quebrado o tabu que, candidato majoritário do PT não ganha no Juruá. Binho, por exemplo, foi eleito mas perdeu na região para o Márcio Bittar (PSDB).

Caça com gato
Os demais candidatos não fiquem aí chorando. Em política, quem não tem padrinho forte, para não morrer pagão,  coloque o pé na estrada e vá para o corpo a corpo distribuir santinhos.

Posição tranqüila
Em Brasiléia, o candidato a deputado estadual, Astério Moreira (PRP), pelo trabalho de longo tempo feito no município, não há como não ficar entre os três mais votados naquele reduto.

Outro beliscador
Está todo mundo beliscando o reduto da candidata à Aleac, Leuda Areal, mulher do ex-prefeito Nílson Areal, cujo primo Eluzai Areal apoiará o candidato a deputado Zenildo Vieira (PT).

Caravana na estrada
A oposição, com os candidatos  a governador Tião Bocalom (PSDB) e a senador Sérgio Petecão (PMN), fizeram comício ontem em Tarauacá, e hoje, farão ato público em Cruzeiro do Sul.
 
Acampamento montado
Em Cruzeiro do Sul vão ficar uma semana com acampamento montado fazendo campanha.

Precisa melhorar
Pelo volume de informações que chegam nas redações, os jornalistas que cobrem a campanha  da FPA  para governador e senador, estes estão dando um banho na cobertura da oposição.

Deu um rebu
Causou rebu na oposição o comentário do ex-governador Jorge Viana, na coluna, de que Márcio Bittar (PSDB) é um nome da oposição, que não é radical, e com quem se pode conversar.

Mal passado
Teve político da oposição, por conta do comentário, querendo comer mal passado o fígado do Márcio Bittar (PSDB), sem nenhuma razão e sem nenhum sentido, apenas por radicalismo.

Indicador negativo
Pelas declarações do presidente do TRE, desembargador Arquilau Melo, do procurador-geral do MPE, Sammy Barbosa, e do representente do MPF, os malhados no “Ficha Limpa”, se cuidem.

Sem contemplação
A dedução a que se chega ao ler as entrevistas deles, apoiando o projeto, é que não haverá os famosos “jeitinhos jurídicos” para livrar os que tiveram os registros impugnados pelo MPF.

Denúncia pronta
Deputados da oposição vão esperar o fim do recesso na Aleac para denunciar uma empresária de uma agência de viagem, por onde, segundo eles, estão fluindo muitos acertos políticos.

Dar o que falar
Pelo que a coluna soube, preliminarmente, vai ser um assunto para muitos desdobramentos.

Credibilidade
O prefeito interino de Sena Madureira, Wanderley Zaire, deixou até aqui uma lição: mesmo sem ajuda do governo, conseguiu na curta gestão restabelecer a credibilidade da prefeitura.

Para se ter idéia
Para o leitor ter idéia como recebeu aquela prefeitura, até os móveis do gabinete do prefeito, comprados há um ano pelo antecessor, teve que quitar para não serem levados pelo credor.

Seria melhor
Os serviços básicos como Saúde e Educação estão funcionando normalmente, não compra o que não pode pagar, e poderia estar melhor no restante se o governo tivesse feito convênios.

Mais votados
Thaumaturgo Filho, Henrique Afonso e Gladson Cameli, pela FPA, devem puxar as maiores votações para a Câmara Federal no Juruá. E pela oposição, Márcio Bittar e Flaviano Melo.

Uma constatação
O deputado federal Gladson Cameli (PP) desmente que tenha fechado ou vá fechar acordo com o ex-prefeito de Brasiléia, Aldemir Lopes, para ter o seu apoio nesta eleição.

Este é o problema
O Gladson Cameli é um político de futuro, mas, precisa melhorar a qualidade da maioria dos seus assessores, já que seu escritório político vira uma central de fuxicos, lhe prejudicando.

TV-Aldeia
A TV-Aldeia, na qual o governo investiu mais da metade da verba publicitária, ontem, fugiu do trivial um risco de audiência na programação, para marcar um gol de placa na transmissão direta, de Belém, do jogo, no qual esteve todo mundo ligado na tarde de ontem. Dentro das limitações técnicas, o Leonidas Badaró como narrador e o Arão Prado como comentaristas, se sairam bem.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation