República Independente do Acre

SIGAMMMM1
VictorAiô, Silviôôôô!

oje eu vou pra Expoacre, morta de xique.

Se o Seu Edvaldo dechar eu vou na garupa daquele gatinho do Seu Jorge Viana a Cavalgada todinha!

Na outra Cavalgada o Seu Geraldinho não me deichou, mas eu nem tchum!

Não dou pra cheirar, que num é roza!

O Seu Edvaldo Souza tem uns amigos podres de ricos na Recol e já mi deu até um tubo de Hípicoglós, pra curar as açaduras no trageto, coisa de quem amunta, sabe?
Amunta mêrmo!

Amanhessí no Bar do Seu Gracil, na Gameleira, ainda xatiada com o desplante daquele talzinho de Seu Luiz Theodoro e a Dona Socorro Moreira Jorge, que não me convidárão pra festa dos afilhiados na Assossiassão dos Comunistas Sociais.

Maiz eu sube que o Point do Pato tufou de sócias – latem mortas de xicozas, porque eu çou uma kalunista bem informada e tenho um amigo da Transeguro – um queizi antigo, dos tempos em que eu era empregada na casa da Dona Auzirinha Maia e fugia – Ops! – pra namorar, e ele mi informa de um tudo que si paça até no Paço.

No Rái Soçaiti a gente preciza ter peçouas  infiltradas que nem água do Saerb, cenão a gente não ficamos sabeno de nada.

Eu CEI até dos tititis entre dois confrades que são confreiras no Comunismo Sociau, quando a Dona Garçonete do Point do Pato perguntou:l- Vamo comê cuscuz?
E o outro dice:

-Não, vamo comer com as mão mêrmo!

Desdi que eu fui na Festa das Comestíveis que eu esquentei a Expoacre, e ainda istou ardendo.

Kari-e-jorge
De desejo de ver aquelas éguas todas, montadas por aqueles omens mar- avi- lhooooooooooooo- zos , tudo cheio de dinheiro e uísque que vão ver os artesanatos da Federassão das Indústrias Indígenas do Estado do Acre.

A Expoacre é um vento dezenvolvimentista do Acre, que mostra desde a pecuária de corte de subsídils do BASA – Bocado de Amigos de Sabor Atrás até as palfletaiges e bandeerasso dos candidatos que ção PT – Peões de Tourada.

A Expoacre é o que Á. É o Ó, ó!

Gentes mil mi convídão, mi xâmão, maiz eu não poço negar que andar de botas e xapél sempre foi uma paichão na minha vida, desdi que eu ganhei um bonezinho do Seu Sérgio Petecão, e ia pro mercado.

Eu enchia de abacachís, ó!

Foi por cauza dos meus informantess do Jeg- Set que eu tambéim sube que o Seu Flaviano Melo vai arrebentar igual fez com a candidatura do Seu Rodrigo Pinto: enquanto os motoqueiros vão de duas rodas, o Seu Flaviano Melo vai de quatro!

O  quadrissiclo paresse que é do Seu Tião Bocalom.

Quem tambéim deve ir na Cavalgada é a Dona Kátia Abreu, que é quem anima eças festas de piões.

A Dona Kátia Abreu é uma reprodutora rural ambientalista de Esquerda que veio esta cemana inaugurar o kupicháua do gov. Binho Marques na Federassão da Acricultura e Petuária. Axo que ele vai ser acomodado lá depois do mandato, como o Seu Jorge Viana foi acampado na Federassão das Indústrias.

Como é que eu cei disso tudo?

Me polpem!

Devo tudo iço a a Dona Ivete. Ele é minha ídola, minha muza ( E do Seu Silvio, é claro!). Ela mi deu a chanse de vensser na vida, e o Seu Silvio vil meu talento para a Kalunismo quando mi introduzil na redassão desse Matutinho.

Ririri!

Comessárão a espocar os fogos. Lá vem o cavalo do Seu Dudé!

Eia, Tijolinho!

Égua!

Assuntos desta notícia


Join the Conversation