Brasil deve criar mais 1 milhão de vagas formais este ano, diz Lula

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse ontem (16) que o Brasil deve criar mais um milhão de postos de trabalho formais até o fim do ano. De janeiro a junho, segundo dados do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged), do Ministério do Trabalho, o país bateu recorde de criação de vagas para um primeiro semestre, com a abertura de 1,47 milhão de postos.

Ao citar os efeitos da crise financeira em países como os Estados Unidos e a Alemanha, o presidente afirmou: “sabe quantos empregos nós geramos nos seis primeiros meses deste ano? 1,46 milhão novos empregos com carteira assinada (foram, na verdade, 1,47 milhão), enquanto o chamado mundo desenvolvido perdeu 16 milhões de postos. Se Deus quiser, vamos criar mais um milhão até o fim do ano. Porque eu sei, como brasileiro, como pai e como presidente, que não tem nada mais para dignificar do que trabalhar e levar o sustento da família com suor”.

Lula discursou na cerimônia de entrega de 252 unidades habitacionais na favela Naval, em Diadema, na Grande São Paulo. No discurso, o presidente criticou o estado de São Paulo, governado pelo PSDB, pela demora em conceder licenças ambientais, e disse que o país não pode ser retrocesso.  (G1)

 

 

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation