Tudo se complica

Anuncia-se para hoje a vinda ao Estado de autoridades do setor de energia para debater o grave problema dos blecautes. Ocasião propícia, portanto, de o Governo do Estado, a classe política e outros segmentos participarem e cobrarem soluções.

Como se recorda, recentemente, Acre e Rondônia foram castigados durante várias horas com um ‘apagão’. Até hoje, a rigor, as empresas do setor não deram uma explicação técnica convincente sobre as verdadeiras causas.

O que se sabe é que o fornecimento de energia através do chamado ‘linhão’ tem-se mostrado vulnerável, precário e que só com a construção de uma segunda linha de transmissão o problema seria resolvido.

Até lá, porém, e sobretudo o Acre ficará vulnerável. É preciso encontrar soluções intermediárias que não comprometam a economia e não causem tantos transtornos à população, colocando inclusive em risco o funcionamento de hospitais e seus pacientes.

Quando se anuncia a instalação de uma Zona de Processamento e Exportação (ZPE) e não se tem um sistema de energia confiável e seguro, tudo se complica. Por isso, a necessidade de uma cobrança enérgica das empresas do setor.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation