Ley e comissão técnica “esfriam” polêmica

Nem mesmo a vitória de goleada sobre a fraca equipe de Puerto Maldonado fez com que comissão técnica e jogadores tivessem qualquer mordomia no dia seguinte. Porém o que era para ser uma apresentação alegre, pelo resultado que repercutiu nacionalmente, acabou gerando uma polêmica, com as ausências do lateral direito Ley e o atacante Marcelo Brás.

Ontem, na apresentação dos dois jogadores, a comissão técnica fez questão de conversar com os jogadores para saber do “comprometimento” dos mesmos com o projeto série B que o Rio Branco FC. Segundo o técnico Tarcísio Pugliesi a “conversa foi amigável” e está tudo solucionado. No entanto Tarcísio ressaltou que a falta é uma questão administrativa, relativa a corte no salário ou não.

Ley, autor do gol do título no Estadual, é considerado titular absoluto na sua posição, a lateral direita, porém no último amistoso acabou amargando o banco de reservas, sendo substituído por Ananias, o “coringa” que atua originalmente na lateral esquerda. Indagado, Tarcísio teria comentado que “quem se escala é jogador nos treinos”, dando entender que não estaria havendo aplicação por parte do lateral.

Já o atacante Marcelo Brás, ídolo do clube por sua breve passagem em 2008, está treinando no Estrelão, porém seu contrato só deve ocorrer quando a janela de transferência internacional estiver aberta, no dia 2 de agosto. Com isso Brás deve desfalcar o Rio Branco nas primeiras rodadas da série C.

Amistoso – O Rio Branco mantém o amistoso contra o Bolivar, equipe boliviana, no próximo sábado, a partir das 19h, no estádio Arena da Floresta. Tarcísio acredita que o adversário deste sábado deve ter um nível técnico melhor que o Puerto Maldonado. “Sabemos que é um adversário de excelente nível técnico, que irá colocar mais dificuldade para nossa equipe”, analisou.

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation